Agenda… Happy Wine Hour 06 de dezembro de 2017 – Orgânicos e Biodinâmicos

O próximo dia 06 de Dezembro é dia de Happy Wine Hour! E o tema são vinhos orgânicos e biodinâmicos produzidos pela vinícola chilena Huaso de Sauzal, destaque do prestigiado Guia Descorchados.

Processos
de produção mais naturais – essa é a proposta dos vinhos orgânicos e biodinâmicos.
E um de seus expoentes no Chile é Renán
Cancino
, da Huaso
de Sauzal
. Nessa Wine
Experience
, descubra porque esses vinhos são destaque no
prestigiado Guia
Descorchados.

A vitivinicultura orgânica segue regras bastante rígidas para utilização de produtos químicos e fertilizantes sintéticos nas vinhas, além de buscar práticas eco sustentáveis. 
Mas a biodinâmica eleva a outro patamar tal preocupação. As práticas agrícolas biodinâmicas  fazem parte de uma filosofia maior – a Antroposofia – cujo patriarca foi o austríaco Rudolf Steiner (1861 – 1925). De acordo com Steiner, o homem deve desenvolver seu espírito, afastando-se do excesso de materialismo tornando-se uno com a Natureza. Daí o emprego de técnicas agrícolas que fortaleçam uma “relação espiritual–ética com o solo, com as plantas e os animais e com os coirmãos humanos.” 
Atualmente muitas vinícolas de regiões tradicionais vêm adotando as vitiviniculturas orgânica e biodinâmica. Mas tais práticas produzem vinhos melhores?
Venha conferir conosco!! No mínimo, são vinhos mais interessantes! E quando produzidos em limitadíssima escala como os Huaso de Sauzal, é garantia de uma experiência exclusiva.

Garnacha 2013,
Carignan 2014,
Vigno Carignan 2013
e Chilena (País) 2014
são os rótulos escolhidos para essa noite especial. O trabalho de Renán retoma
a “velha enologia do campo”, pura intuição e mínima intervenção,
resultando em vinhos autênticos,  que são reflexo do seu terroir.

E tudo isso acontece no belo espaço Como em Casa, onde Fany Beigler garante as comidinhas que tornam  a noite ainda mais especial.

Os Vinhos para celebrar
Espumante orgânico Jasmine Monet rosé (Aregentina)
Vigno – Huaso de Sauzal Cariñena 2013 (Chile)
Huaso de Sauzal Cariñena 2014 (Chile)
Huaso de Sauzal País (Chilena) 2014 (Chile)
Huaso de Sauzal Garnacha 2013 (Chile)
Para comerAntepastos
Prato quente
Sobremesa

Água, licor e café


Serviço
Data: 06 de dezembro de 2017 (inscrições até o dia 04 de Dezembro)
Local: Rua Tonelero, 25, cobertura. Copacabana – RJ

Investimento
R$165,00 por pessoa
Membros do Idas e Vinhas Wine Club: R$155,00. 
Não é membro? Inscreva-se aqui!
As boas vindas iniciam as 19h30 e por respeito aos demais participantes a degustação começará pontualmente às 20h.

Forma de pagamento
Depósito identificado ou transferência bancária em parcela única em conta da Caixa Econômica.

Inscrições e informações
contato@idasevinhas.com.br

*Atenção: não fazemos reserva, as inscrições são confirmadas mediante a comprovação do pagamento.

Abaixo está a arte da divulgação (clique para ampliar).

Provamos e aprovamos… Santa Rita – Medalla Real Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2012

Idas e Vinhas

A Santa Rita pertence ao grupo Claro (desde 1980), também conhecido
como
Santa Rita Estates que abrange mais quatro vinícolas: Carmen, Nativa, Terra Andina e Doña Paula, esta última na (Argentina). Fundada em 1880 (está entre as
mais antigas do chile) pelo empresário Domingo Fernández Concha, conta com 2860
hectares de terras em Alto Jahuel,
no Alto Maipo, onde há vinhedos de Cabernet Sauvignon que foram plantados
nas décadas de 70 e 90.

 

Vinhedos de Cabernet Sauvignon (foto do site da vinícola)
A
vinícola ficou mundialmente conhecida pelos seus Cabernet Sauvignon e hoje
possui escritórios em Londres, Miami e Shangai.
O
portfólio de vinhos é vasto, sendo o Casa Real
considerado o top. Já ganhou vários prêmios internacionais e esteve na lista dos top 100 da revista americana Wine Spectator.
Vamos ao vinho?
14 meses
em carvalho francês de 1º, 2º e 3º uso. 14% de álcool.
Cor vermelho rubi. Com aromas bastante finos, intensos e
persistentes de ameixa seca, figo rami, cassis, tabaco, baunilha e pimenta do
reino. Em boca é encorpado, com muito bom equilíbrio entre acidez, álcool e taninos,
que são de ótima qualidade. Confirmam-se os sabores adocicados da ameixa e do
figo, aos quais somam-se – bem integradas – notas de tostado da madeira. De
final muito longo e persistente com retrogosto frutado, adocicado e levemente tostado.
Para quem se incomoda
com o aroma de pimentão verde (pirazina) que sobressai em muitos cabernet,
fiquem tranquilos pois ele não aparece neste Medalla Real.
Nota IV: 88

Importadora: Winebrands

Idas e Vinhas