Em busca do Torrontés perfeito… Susana Balbo – Crios Torrontés 2015

Idas e Vinhas
Susana Balbo também tem a sua parcela de “culpa” em
fazer com que eu aprecie tanto essa subestimada casta. Crios foi o segundo rótulo que provei (o primeiro foi o Colomé) e isso já faz bastante tempo e
desde então acompanho as suas safras com entusiasmo. Veja aqui o que achei da
2015.


O Crios ganha um
ponto a mais por ter feito com que os meus pais dessem uma chance aos vinhos
brancos. Hoje eles também são apreciadores e acredito que já devam ter o seu preferido.

Susana Balbo tem grande reputação entre os produtores
argentinos. Em 1981 recebeu o diploma de enóloga e se tornou a primeira mulher
produtora de vinhos na Argentina. Em Salta, trabalhou
na Michel Torino e depois passou
pela Catena Zapata, em Mendoza. Foi
presidente da Wines Of Argentina de
2006 a 2010 e 2014 a 2016.
Seu projeto pessoal teve início em 1999 com a construção da
vinícola em Lujan de Cuyo, Mendoza
(ficou pronta em 2002). Desde então começou a produzir os seus próprios rótulos, dentre eles o Crios, que teve a primeira safra em 2003 e foi um dos vinhos responsáveis por apresentar o potencial da casta a outros mercados,
principalmente o americano. Desde então recebe boas criticas da mídia especializada
(a revista Wine Spectator é uma
delas).
Já escrevemos sobre a região e a uva aqui.
Vamos ao vinho?
Uvas provenientes de 70% de Cafayate (Salta) e 30% de Altamira, Valle
de Uco (Mendoza). 14% de álcool.
Cor verdeal claro. Com aromas bastante finos, intensos e
persistentes de rosas, limão, graviola, maracujá e casca de tangerina, capim
limão, alecrim e alguma nota floral. Corpo leve, acidez fresca, macio e álcool equilibrado.
Final de boca muito persistente com retrogosto de maracujá.

Continua muito bom e altamente recomendável!

Nota IV: 87
Descorchados: 91
Importadora: CANTU
Idas e Vinhas


Acompanhe a saga “Em Busca do Torrontés Perfeito” aqui:

Idas e Vinhas celebra o World Malbec Day – Ambrosía Viña Unica Malbec 2012

Idas e Vinhas

Hoje, 17 de Abril, é
celebrado o Malbec WorldDay (iniciativa da Wines of Argentina). São realizadas uma série de ações pelo
mundo, e na edição 2016 estão programados 70 eventos, em 70 cidades de 54
países. 


Idas e Vinhas

Claro que o Idas e
Vinhas não poderia ficar de fora e por isso fizemos nossa própria homenagem à
Malbec! Trazemos no Wine Club que lançamos hoje, 17 de abril, o excelente Ambrosía ViñaÚnica Malbec 2012
A Malbec, originária do
sudoeste da França, especialmente Cahors, adaptou-se esplendidamente na
Argentina, para onde foi trazida em 1868 pelo engenheiro agrônomo Michel Pouget
(e o resto é história…). O Malbec argentino é normalmente muito intenso em aromas
de frutas negras e vermelhas, florais, é muito estruturado e os vinhos de alta
gama possuem bom potencial de guarda. Os taninos são presentes, mas a Malbec
não é das mais tânicas, ficando atrás da Cabernet Sauvignon e Tannat, por
exemplo. Normalmente são taninos redondos e adocicados.
Quem traz para o Brasil
é a importadora Dominio Cassis, que representamos aqui no Rio de Janeiro com
exclusividade.
Mas o que ele tem de
tão especial?
É um vinho de boutique,
pois a Ambrosía tem apenas 53 hectares (sendo 29 de Malbec) e produz no máximo
30 mil garrafas/ano (apenas 4 vinhos). Desse Malbec, apenas 14799! Além disso,
recebeu nada menos que 92 pontos no Guia Descorchados 2016.
A vinícola, fundada em
2002, é uma sociedade de 11 amigos. O enólogo é Julián Gómez, que também é
sócio gerente. Quem também faz parte do time é Pedro Parra, considerado o maior
especialista em solos e estudo de terroir de atualidade (inclusive temos o seu
projeto pessoal, Pencopolitano, em nosso portfólio fixo).
A Ambrosía está
instalada em Tupungato, no Coração do Valle do Uco, 80 km ao Sul de Mendoza. É
a região que está se desenvolvendo mais na Argentina por conta de investimentos
internacionais. Estão aí as vinícolas mais imponentes e modernas (Andeluna,
Salentein, O. Fournier…). O terroir (vinhedos de altitude, grande amplitude
térmica) favorece vinhos com cor e taninos acentuados, e melhor equilíbrio
entre açúcares e acidez.
Vamos ao vinho?
Ambrosía Viña Única
Malbec 2012
I.P Mendoza. Tupungato,
em Mendoza, Valle do Uco Norte. 95% Malbec e 5% de Cabernet Franc. 14,8% de
álcool.
Vinhedos a 1250 metros
de altitude. Passa 18 meses em barricas novas e usadas de carvalho francês.
Mais 12 meses em garrafa antes de ser liberado ao mercado.
Rubi
profundo muito brilhante. No nariz, os aromas são intensos e persistentes,
destacando-se os florais (violetas e rosas), frutados (ameixas maduras, cassis,
cerejas) e de pimenta do reino. A madeira aparece de forma sutil, bem
integrada. Em boca é um vinho potente e altamente equilibrado. Encorpado, com acidez
marcante em ótimo contraponto aos taninos redondos e agradáveis. Final muito
intenso e persistente, com fundo frutado e de canela. Pronto para beber!

Descorchados 2016: 92
Nota IV: 90. Um vinho superior em caráter e estilo.
Compras no RJ: contato@idasevinhas.com.br

Idas e Vinhas

Aproveite pois o Ambrosía Viña Unica Malbec 2012 está em nosso Wine Club dessa semana e restam poucas unidades.

Ainda não é membro do Idas e Vinhas Wine Club? Clique aqui e se inscreva. É grátis.

Nosso Wine Club não tem
taxa de adesão, nem assinatura, nem pedido mínimo. Como vantagens está o fato
de serem informados sobre vinhos interessantes, além de descontos em nossas
degustações.

Conheça o Ambrosía Viña Única Cabernet Sauvignon 2011 aqui.

Veja o vídeo do nosso
canal no Youtube: