Agenda… Happy Wine Hour – Itália – Friuli e Puglia, 22 de novembro de 2017


Venha para a Happy Wine Hour! No dia 22 de novembro  descobriremos mais sobre a diversidade dos vinhos italianos.


Itália, chamada pelos gregos de Enotria (Terra do Vinho), é fonte constante de belas descobertas. Em 2015 voltou a ser o maior produtor mundial de vinhos, batendo a antes campeã França. Os números impressionam! Foram produzidas em 2015 4,8 bilhões de garrafas, enquanto a França produziu 4,6 bilhões. (dados da edição eletrônica do Jornal Nacional, de 12/10/2015).

Para essa noite escolhemos vinhos de duas regiões: Friuli – com os seus brancos vivos e aromáticos, e Puglia – com seus tintos encorpados e perfumados. Todos produzidos de forma orgânica.


Essa Happy Wine Hour acontecerá no belo e exclusivo espaço ‘Como em Casa‘, onde a própria Fany Beigler prepara as comidinhas com muito cuidado.

Os Vinhos
Azienda Agricola Dissegna – Pinot Grigio 2015
Masseria Tagaro – Pignataro Negroamaro IGP Salento 2015
Masseria Tagaro – Pignataro Primitivo di Manduria DOC 2015
Masseria Tagaro – Pignataro Nero di Troia IGP Puglia 2014.
Serviço
Data: 22 de novembro de 2017 (inscrições até o dia 20 de novembro)
Local: Rua Tonelero, 25, cobertura. Copacabana – RJ

Investimento
R$155,00 por pessoa
Membros do Idas e Vinhas Wine Club: R$145,00. 
Não é membro? Inscreva-se aqui!
As boas vindas iniciam as 19h30 e por respeito aos demais participantes a degustação começará pontualmente às 20h.

Forma de pagamento
Depósito identificado ou transferência bancária em parcela única em conta da Caixa Econômica.

Inscrições e informações
contato@idasevinhas.com.br

*Atenção: não fazemos reserva, as inscrições são confirmadas mediante a comprovação do pagamento.

Abaixo está a arte da divulgação (clique para ampliar).

Provamos e aprovamos… Torcicoda Primitivo Salento IGT 2015

  


Hoje provamos mais um Primitivo da região da Puglia
(sudeste da Itália). O Torcicoda Primitivo
Salento IGT 2015
, da vinícola Tormaresca,
é mais um bom exemplar da casta que curiosamente compartilha o mesmo DNA da californiana
Zinfandel. O nome Primitivo é deve-se ao fato de que é a uva que amadurece
mais cedo, podendo produzir duas safras ao ano.

Embora talvez o mais
famoso seja o Primitivo de Manduria,
também na Puglia, a casta é uma das tintas permitidas para a IGT Salento.
A Tormaresca é
uma vinícola relativamente nova, de 1998, e as uvas para o Torcicoda vêm de vinhedos próprios (Masseria Maìme), em Alto
Salento. São cerca de 350 hectares de Negroamaro, Primitivo, Cabernet
Sauvignon, Chardonnay e Fiano. É o empreendimento na Puglia da mítica família
toscana Antinori, que remonta mais
de 600 anos dedicados à vinicultura.
http://www.simpleitaly.com/antinori%E2%80%99s-tormaresca-in-puglia/


A região
A Puglia abrange uma área de 19.000 km². A capital,
Bari, é banhada ao sul pelo Mar Jônico e a oeste e norte pelo Mar Adriático. O
clima mediterrâneo, os solos calcários e a topografia praticamente plana
favorecem o cultivo das parreiras e a maturação das uvas.
A IGT Salento
fica na região mais ao sul, em terras planas em sua maioria. As catas mais
cultivadas são as tintas Negroamaro, Primitivo, Susumaniello, Malvasia (tinta e
branca), e as brancas Verdeca e Fiano.
As denominações da Puglia
4 DOCG
Primitivo di Manduria Dolce Naturale, Castel del Monte
Bombino Nero, Castel del Monte Nero di Troia Riserva e Castel del Monte Rosso
Riserva
29 DOC (DOP)
Aleatico di Puglia, Alezio, Barletta, Brindisi, Cacc’e
mmitte di Lucera, Castel del Monte, Colline Joniche Tarantine, Copertino,
Galatina, Gioia del Colle, Gravina, Leverano, Lizzano, Locorotondo, Martina or
Martina Franca, Matino, Moscato di Trani, Nardò, Negroamaro di Terra d’Otranto,
Orta Nova, Ostuni, Primitivo di Manduria, Rosso Canosa or Canasium, Rosso di
Cerignola, Salice Salentino, San Severo, Squinzano, Tavoliere delle Puglie ou
Tavoliere e Terre d’Otranto
6 IGT (IGP)
Daunia, Murgia, Puglia, Salento, Tarantino e Valle d’Itria
www.idasevinhas.com.br
Vamos ao vinho?
Torcicoda Primitivo Salento IGT 2015
100% Primitivo, 10 meses em carvalho francês e húngaro, e
mais 8 meses em garrafa antes de ser comercializado. 14,5% de álcool.
Cor vermelho rubi. Aromas finos, intensos e persistentes
de rosas e violetas, ameixas maduras, cassis e framboesas. Baunilha e tabaco
aparecem após certo tempo, sem excesso, integrando-se muito bem aos demais aromas.
Em boca tem bom corpo, é equilibrado e elegante, com taninos de ótima qualidade.
Destaque aqui para os aromas frutados e a baunilha. De final longo e
persistente com retrogosto frutado, adocicado e levemente amadeirado.
Nota IV: 89

Importadora: Winebrands
www.idasevinhas.com.br
Leia mais:

Puglia – Caráter, cor e originalidade nos Tintos
Provamos e aprovamos… Masseria Tagaro Pignataro Primitivo di Manduria 2015

Provamos e aprovamos… Masseria Tagaro Pignataro Nero di Troia 2014

Idas e Vinhas
Engana-se quem pensa que a uva Nero di Troia tem alguma relação com a cidade histórica de Tróia,
da Grécia antiga. A origem provável é a da Vila
de Troia
, que fica na província de Foggia,
na Puglia.

Os vinhos elaborados com
essa casta costumam ser tânicos e conseguem manter o seu frescor somente quando
jovens. Por isso é mais comum encontrá-la em cortes. No entanto, devido ao
constante aperfeiçoamento nas técnicas de condução das parreiras e também do
conhecimento e talento do enólogo na cantina, já é comum encontrar varietais de
alta qualidade.
Já escrevemos sobre a
vinícola e a região aqui.
Vamos ao vinho?
Nero di Troia 2014
100% Nero di Troia, 4 meses
em carvalho francês e 4 meses em garrafa antes de ser comercializado. 13% de
álcool.
Cor vermelho rubi. Com
aromas finos, intensos e persistentes de amora, cassis e baunilha. De médio corpo,
com bom equilíbrio entre acidez, álcool e taninos. Fácil de beber, mantém o
caráter frutado com final de boca persistente e retrogosto refrescante,
levemente mentolado.
Nota IV: 87
Importadora: Dominio Cassis
Vendas no RJ:
contato@idasevinhas.com.br
Idas e Vinhas
Veja o que achamos dos outros vinhos da Masseria Tagaro

Provamos e aprovamos… Masseria Tagaro Pignataro Primitivo di Manduria 2015

Idas e Vinhas

A Masseria
Tagaro
está localizada no coração da Puglia
(sudeste da Itália), no Valle de Itria (450 metros acima do nível do mar),
região cercada por plantações de oliveiras centenárias e vinícolas.

A
vinícola é familiar e está na terceira geração. Possui 40 hectares de vinhedos orgânicos
onde cultiva a branca Verdeca e as tintas Primitivo di Manduria, Nero d’Ávola,
Nero di Troia, Negroamaro, Susumaniello e Merlot.
A região
A Puglia
abrange uma área de 19.000 km². A capital, Bari, é banhada ao sul pelo Mar
Jônico e a oeste e norte pelo Mar Adriático. O clima mediterrâneo, os solos
calcários e a topografia praticamente plana favorecem o cultivo das parreiras e
a maturação das uvas.
Responde
por cerca de 17% de toda a produção de vinho da Itália. O sistema de
cooperativas prevalece e a maior parte da produção é comercializada a granel localmente
e no norte da Itália. Um percentual é exportado a França e o restante
engarrafado como Vino da Tavola.
As
principais castas cultivadas são: Bombino Nero, Montepulciano, Sangiovese,
Verdeca, Malvasia, Trebbiano, Bianco d’Alessano, Bombino Bianco, Negroamaro,
Primitivo e Uva di Troia.
Se a
maioria dos vinhos é mais simples, a Puglia também produz vinhos de prestígio,
classificados pelo sistema de denominações de origem.
Idas e Vinhas


As denominações
4 DOCG
Primitivo
di Manduria Dolce Naturale, Castel del Monte Bombino Nero, Castel del Monte
Nero di Troia Riserva e Castel del Monte Rosso Riserva
29 DOC
Aleatico
di Puglia, Alezio, Barletta, Brindisi, Cacc’e mmitte di Lucera, Castel del
Monte, Colline Joniche Tarantine, Copertino, Galatina, Gioia del Colle,
Gravina, Leverano, Lizzano, Locorotondo, Martina or Martina Franca, Matino,
Moscato di Trani, Nardò, Negroamaro di Terra d’Otranto, Orta Nova, Ostuni,
Primitivo di Manduria, Rosso Canosa or Canasium, Rosso di Cerignola, Salice
Salentino, San Severo, Squinzano, Tavoliere delle Puglie ou Tavoliere e Terre
d’Otranto
6 IGT
Daunia,
Murgia, Puglia, Salento, Tarantino e Valle d’Itria
Vamos ao vinho?
Pignataro Primitivo di Manduria 2015
100%
Primitivo di Manduria, 6 meses em carvalho francês e 4 meses em garrafa antes
de ser comercializado. 14,5% de álcool.
Cor
vermelho rubi. Com ampla gama de aromas bastante finos, intensos e persistentes
de geleia de frutas negras, rosas, figo seco, uva passa, cassis, baunilha,
canela, tabaco, hortelã e chocolate. Em boca é encorpado, com muito bom
equilíbrio entre acidez, álcool e taninos, que são de ótima qualidade. Confirmam-se
os sabores do cassis e do figo, e o leve tostado da madeira. De final muito
longo e persistente com retrogosto frutado e adocicado.
Depois de
um tempo na taça foi ficando cada vez melhor, liberando novos aromas e sabores.
Embora adocicado, não é enjoativo, e o álcool está na medida certa.
Nota IV:
89
Importadora:
Dominio Cassis
Vendas no
RJ: contato@idasevinhas.com.br
Idas e Vinhas

Veja o que achamos dos outros vinhos da Masseria Tagaro
Pignataro Nero di Troia 2014

Agenda… 24 de maio tem Como em Casa com Idas e Vinhas – La Bella Italia

Idas e Vinhas

Na próxima Wine Experience, dia 24 de maio, celebraremos a diversidade dos vinhos italianos. A Itália era chamada pelos gregos de Enotria (Terra do Vinho). E não é para menos: produz vinho em todas as 20 regiões administrativas, e em 2015 voltou a ser o maior produtor mundial de vinhos, batendo a antes campeã França. Os números impressionam! Foram produzidas em 2015 4,8 bilhões de garrafas, enquanto a França produziu 4,6 bilhões. (dados da edição eletrônica do Jornal Nacional, de 12/10/2015).

Para essa noite escolhemos vinhos de quatro regiões: Friuli – com os seus brancos vivos e aromáticos, Piemonte  região dos famosos e longevos Barolos, Toscana  onde reinam os tintos Sangiovese e os Supertoscanos, e Puglia – com seus tintos encorpados e perfumados.

O local dessa encantadora Wine Experience? Será no espaço exclusivo e acolhedor do ‘Como em Casa‘!!

Espaço Como em Casa
Para celebrar
Azienda Agricola Dissegna – Pinot Grigio 2015 (Friuli Venezia Giulia)
I Giusti & Zanza – Belcore 2009 (Toscana)
Masseria Tagaro – Pignataro Primitivo di Manduria DOC  2015 (Puglia)
Masseria Tagaro – Passo del Sud Apassimento 2015 (Puglia)
Mario Marengo – Dolcetto D’Alba DOC 2015 (Piemonte)

Para comer
– Antepastos
– Penne ao funghi
– Sobremesa
– Água, licor e café

Serviço
Data: 24 de maio de 2017, quarta-feira – (inscrições até 22 de maio ou até as vagas serem preenchidas, o que ocorrer primeiro).

Local
Rua Tonelero, 25, cobertura. Copacabana – RJ
A degustação começa pontualmente às 19h30.

Investimento
R$160,00 por pessoa
Membros do Idas e Vinhas Wine Club: R$150,00. Não é membro? Inscreva-se AQUI!

Abaixo está a arte da divulgação (clique para ampliar).

Idas e Vinhas

Agenda… “WORLD WINE EXPERIENCE ITÁLIA”


Hotel Prodigy
Santos Dumont é o palco do evento que reunirá produtores de várias regiões da
Itália para apresentar cerca de 90 vinhos.

Vem aí mais uma edição da World Wine Experience,
evento promovido periodicamente pela importadora de vinhos World Wine, que acontece no dia 12 de maio, das 15h00
às 20h00, no Hotel Prodigy Santos Dumont, situado próximo ao aeroporto do Rio
de Janeiro.
Esta edição tem o foco nos vinhos da Itália, e conta
com a presença de 21 marcas consagradas de diversas regiões como Piemonte,
Toscana, Vêneto, Friuli, Abruzzo, Sicília, Puglia e até mesmo pequenas regiões
produtoras como Campania, Lombardia e Trentino. Entre as 21 vinícolas
participantes, 09 estarão representadas diretamente por seus produtores – sejam
eles proprietários ou enólogos, e 12 por seus embaixadores e sommeliers.
“Acreditamos que a forma mais efetiva e prazerosa
de conhecer um vinho ainda é provando. Foi pensando nisso que passamos a
promover este evento que possibilita aos nossos clientes o contato direto com
quem os produz para conhecer as suas histórias e novidades”, comenta Celso La
Pastina, sócio-proprietário da World Wine.
O objetivo é possibilitar aos consumidores uma grande
experiência de degustação, com aproximadamente 100 rótulos disponíveis e o
acesso aos grandiosos nomes como Castello Banfi, Poggiotondo, Zenato, Gianni
Gagliardo, Bruno Rocca, Bellavista e vários outros gigantes italianos.
Serviço:
World Wine Experience – Itália
Data: 12 de maio, Quinta-feira
Horário: das 15h00 às 20h00
Local: Hotel Prodigy Santos Dumont
Endereço: Av. Alm. Silvio
de Noronha, 365 – Centro, Rio de Janeiro 
Valor do ingresso:
R$ 190,00 para compra até dia 30/04/2016
R$240,00 para compra após dia 30/04/216
R$170,00 para membros ABS
 (O
ingresso dá direito às degustações de vinhos e a um buffet com pães, queijos,
frios e uma seleção de produtos La Pastina)
Os ingressos podem ser adquiridos no televendas ou nas lojas da
importadora.
Sobre World Wine
A World Wine é uma das maiores
referências na difusão da cultura do vinho no Brasil e detentora de um
portfólio repleto de grandes produtores, com cerca de 1500 rótulos dos países
produtores. Suas lojas reúnem em um só ambiente sofisticação, qualidade e
diversidade. Oferece aos clientes assessoria especializada para auxiliar na
seleção dos vinhos, através de uma equipe experiente, formada por sommeliers, consultores e atendentes,
apta para prestar o melhor atendimento. Atende em todo o Brasil por meio do
televendas, site e lojas parceiras e também vende diretamente para
restaurantes, empórios e lojas especializadas.
Sobre o
Encontro de Vinhos
O Encontro de
Vinhos é um evento itinerante que percorre 6 cidades – Rio de Janeiro, São
Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Belo Horizonte e Curitiba – e reune milhares
de pessoas em torno do vinho. Pensado para ser um evento que traga boas
experiências para os visitantes, o Encontro de Vinhos reune música, gastronomia
e diversão em torno do vinho.
Televendas
Capitais: 11 4003-9463
Demais localidades: 0800 880
9463
Lojas
World Wine
São Paulo
Rua Padre
João Manuel, 1269 – Jardins – Tel. 3085-3055 
Rua
Amauri, 255 – Itaim Bibi – Tel. 3168-1255
EAT – Av.
Doutor Cardoso de Melo, 1191 – Tel. 5643-5353
Ribeirão Preto
Rua João
Penteado, 420 – Boulevard – Tel. 16 3931-6008
Rio de
janeiro
Shopping Mall – 1º piso –
Tel. 21 2422-4614
Bossa
Nova Mall – Loja 1008B/Piso Terreo
Informações para Imprensa:
Suporte Comunicação
Tel: (11)3035-3070
Indira Lopes: ilopes@suportecomunicacao.com.br
| ramal 140

Sandra Schkolnick: sandra@suportecomunicacao.com.br | ramal 141

Provamos e aprovamos… vinhos Mario Marengo – Barolo DOCG Brunate 2011

Idas e Vinhas

O último vinho da
série Mario Marengo foi o Barolo DOCG Brunate 2011, o de mais
alta gama da vinícola ao lado do Bricco delle Viole (leia sobre o vinho aqui). As uvas (não custa lembrar, 100% Nebbiolo) vêm do
valorizado cru Brunate, na comuna de La Morra. São 1,5 ha de videiras plantadas em 1950 que rendem uma produção anual de cerca de
6000 garrafas.

Leia um pouco mais sobre o produtor aqui.
Veja o que achamos do Dolcetto D’Alba 2013 aqui.
Veja o que achamos do Barbera D’Alba Vigneto Pugnane DOC 2013 aqui.
Veja o que achamos do Nebbiolo D’Alba 2013 aqui.
Veja o que achamos do Barolo Bricco Delle Viole DOCG 2011 aqui.
O vinho, cuja
primeira safra foi lançada em 1974, amadurece por 24 meses em barricas de
carvalho francês 25% novas. Foi com esse Barolo que Mario Marengo alcançou
reputação, tornando-se reconhecido pelos vinhos com muito pouca influência da
madeira mas ainda assim estruturados, muito equilibrados, de caráter frutado e
muito agradáveis de beber. Enquanto o Bricco delle Viole mostre, embora sutilmente, mais aromas relacionados à passagem em madeira, o Brunate exibe o frescor da hortelã e tem ênfase nas frutas vermelhas maduras e especiarias.

Em 2013 o Barolo Brunate esteve presente na lista dos 50 melhores vinhos da revista inglesa Decanter.

Vamos ao vinho?
Barolo DOCG Brunate
2011
100% Nebbiolo, do
vinhedo Brunate, em La Morra, DOCG Barolo. 14,5% de álcool.
Cor vermelho granada,
muito brilhante e com a leve transparência típica da Nebbiolo (o que a faz
muitas vezes ser confundida em um primeiro momento com a Pinot Noir). Embora
comece fechado no nariz, vale a pena deixá-lo descansando na taça por alguns
minutos ou aerá-lo no decanter. Quando é liberada, a gama aromática é ampla e
complexa, com notas florais (violetas), de frutas vermelhas (cassis), vegetais
(tabaco) e de especiarias adocidadas (baunilha), picantes (pimenta do reino) e
refrescantes (hortelã). São aromas muito intensos e com boa persistência.
Em boca confirma-se
a variedade aromática sentida no nariz acrescida de frutas maduras e secas
(tâmaras). Os taninos estão muito bem integrados à boa acidez e ao álcool,
resultando em um vinho harmônico. De corpo médio, é muito intenso e muito
persistente. Final intenso e longo, com fundo frutado e refrescante.
Embora longe de
estar maduro, consideramos que já está em fase ótima de beber!!
Nota IV: 92
WS: 93
Pedidos RJ:
contato@idasevinhas.com.br
Idas e Vinhas

Provamos e aprovamos… vinhos Mario Marengo – Barolo DOCG Bricco delle Viole 2011

Idas e Vinhas

O quarto vinho da série Mario Marengo foi o Barolo
DOCG Bricco delle Viole 2011
. É um dos vinhos de alta gama da vinícola, ao
lado do Barolo DOCG Brunate (escrevemos sobre ele aqui). As uvas
(100% Nebbiolo) vêm do renomado cru Bricco delle Viole, nos arredores da
comuna de Barolo. A vinícola possui nesse cru apenas 0,9 ha de videiras
plantadas em 1955 e que rendem uma produção anual de cerca de 4000 garrafas.


Leia um pouco mais sobre o produtor aqui.
Veja o que achamos do Dolcetto D’Alba 2013 aqui.
Veja o que achamos do Barbera D’Alba Vigneto Pugnane DOC 2013 aqui.
Veja o que achamos do Nebbiolo D’Alba 2013 aqui.
Veja o que achamos do Barolo Brunate DOCG 2011 aqui.
Tal como o Brunate, o Bricco delle Viole, cuja primeira
safra foi lançada em 1997, amadurece por 24 meses em barricas de carvalho
francês 25% novas.
Vamos ao vinho?
Barolo Bricco delle Viole DOCG 2011
100% Nebbiolo, do vinhedo Bricco delle Viole, em Barolo,
DOCG Barolo. 14,5% de álcool.
Cor vermelho granada, muito brilhante e com a leve
transparência típica da Nebbiolo (o que a faz muitas vezes ser confundida em um
primeiro momento com a Pinot Noir). Embora comece fechado no nariz, tal como o
Brunete se beneficia muito de algum tempo na taça ou no decanter. Tem boa
variedade de aromas, com destaque para os florais (rosas e violetas), cassis,
ameixa seca, chá mate, tabaco e café. São aromas elegantes, intensos e com boa
persistência.
Em boca confirmam-se os aromas sentidos no nariz,
acrescidos de mais frutas maduras. Nesse vinho harmônico, os taninos macios estão
muito bem integrados à boa acidez e ao álcool. De corpo médio, é um vinho
redondo, muito intenso e muito persistente. Final intenso e longo, com fundo
frutado e levemente amadeirado.
Um vinho muito elegante, já pronto para ser saboreado!
Nota IV: 90
WS: 92

Pedidos RJ: contato@idasevinhas.com.br

Idas e Vinhas

Provamos e aprovamos… vinhos Mario Marengo – Nebbiolo D’Alba DOC Vigneto Valmaggiore 2013

Idas e Vinhas

O
terceiro vinho da série Mario Marengo foi o Nebbiolo D’Alba DOC Vigneto Valmaggiore 2013. Sob essa
denominação os vinhos também devem ser produzidos apenas com a casta Nebbiolo
tal como em Barolo e Barbaresco. Uma das diferenças no entanto é que a
exigência de amadurecimento em madeira é menor, de 12 meses. São vinhos mais
leves, para o dia a dia, frutados e agradáveis que ressaltam as características
básicas da Nebbiolo.


Leia um pouco mais sobre o produtor aqui.

Veja o que achamos do Dolcetto D’Alba 2013 aqui.

Veja o que achamos do Barbera D’Alba 2013 aqui.

Veja o que achamos do Barolo Bricco Delle Viole DOCG 2011 aqui.

Veja o que achamos do Barolo Brunate DOCG 2011 aqui.

Para seu Nebbiolo
D’Alba, a vinícola utiliza as uvas do pequeno vinhedo Valmaggiore,
localizado na comuna de Vezza d’Alba na região de Roero, ao norte
de Barolo.São apenas 0,38 ha de videiras plantadas em 1965 e que produzem cerca
de 4.800 garrafas ao ano. O vinho estagia entre 12 e 15 meses em barricas de
carvalho francês 25% novas.
Vamos ao vinho?
Nebbiolo D’Alba DOC Vigneto Valmaggiore 2013
100% Nebbiolo, do vinhedo Valmaggiore, em Vezza
d’Alba, Roero, DOC Nebbiolo d’Alba. 14% de álcool.
Cor vermelho rubi, muito brilhante e com a leve transparência
típica da Nebbiolo. No nariz é um pouco fechado, liberando aos poucos aromas
intensos e persistentes de violetas, cassis e cerejas. Em boca confirmam-se os
aromas sentidos no nariz, com mais intensidade e persistência. De corpo médio,
muito equilibrado, com taninos macios, boa acidez e álcool bem integrado. Final
muito intenso e muito persistente, com fundo frutado e levemente amadeirado.
Prontíssimo para ser apreciado.
Nota IV: 86

Pedidos RJ: contato@idasevinhas.com.br

Idas e Vinhas

Provamos e aprovamos… vinhos Mario Marengo – Barbera D’Alba DOC Vigneto Pugnane 2013

Idas e Vinhas

O vinho seguinte da série Mario Marengo foi o Barbera D’Alba
DOC Vigneto Pugnane 2013
, produzido a partir de uvas do Pugnane, um pequeno
vinhedo (apenas 0,38 ha) localizado na comuna de Castiglione Falletto na
DOC Barbera D’Alba, e poucos quilômetros distante dos vinhedos de La
Morra (DOCG Barolo).


Leia um pouco mais sobre o produtor aqui.
Veja o que achamos do Dolcetto D’Alba 2013 aqui.

Veja o que achamos do Nebbiolo D’Alba 2013 aqui.

Veja o que achamos do Barolo Bricco Delle Viole DOCG 2011 aqui.

Veja o que achamos do Barolo Brunate DOCG 2011 aqui.
100% Barbera, o vinho passa de 12 a 15 meses em barricas de carvalho
francês 25% novas e mais 4 meses engarrafado na adega antes de ser comercializado.
O uso comedido da madeira tem a função de preservar o caráter futado da Barbera
nos vinhos. A produção é de apenas 3,2 mil garrafas e segue os preceitos da produção
orgânica
como toda a linha Mario Marengo. Os vinhos não são filtrados nem
clarificados, mas nem por isso deixam de ser límpidos e brilhantes.
Vamos ao vinho?
Barbera D’Alba DOC Vigneto Pugnane 2013
100% Barbera, da
região de Castiglione Falletto. 13,5% de álcool.
Cor vermelho púrpura, com reflexos violáceos, brilhante. No nariz, as
notas aromáticas são fundamentalmente frutadas (cassis, framboesas) e florais
(violetas), a madeira aparecendo de forma muito sutil. Em boca o vinho parece
despertar. Ainda com predominância frutada e floral, os aromas de boca se
revelam mais complexos, bastante intensos e com boa persistência. Vinho
equilibrado, de corpo médio, boa acidez e ótimos taninos. Final intenso e
persistente, com fundo frutado.
Pronto para beber!!
Nota IV: 86
WS: 88

Pedidos RJ:
contato@idasevinhas.com.br

Idas e Vinhas