Aconteceu… Idas e Vinhas na Bardot – Vinhos e Artes – vinícola Emiliana

Idas e Vinhas

No último sábado, 02 de Abril de 2016, voltamos
à Bardot – Vinhos e Artes
para conduzir uma degustação muito legal! Nosso amigo Abel Mendes (Casa Flora)
sabe escolher bem não só os temas mas também a sequência dos vinhos, o que
torna seus convites sempre irrecusáveis.

Idas e Vinhas
Da esquerda para a direita: Alexandre, Ana Cristina e Abel
A degustação foi especial por dois motivos:
tratam-se de vinhos orgânicos e biodinâmicos* e que são
produzidos pela excelente vinícola Emiliana,
sediada no Valle de Casablanca, Chile.
Uma das etapas da nossa Maratona enológica pelo Chile em 2012 foi justamente a Emiliana. Ficamos muito
impressionados com toda a estrutura da vinícola e o cuidado com que nos
receberam. Foram quase 4 horas de visita, onde pudemos aprender mais ainda
sobre as práticas agrícolas biodinâmicas. Tais práticas (que conferimos também
na Matetic
e na Antiyal)
fazem parte de uma filosofia maior – a Antroposofia – cujo patriarca foi
o austríaco Rudolf Steiner (1861 – 1925).
De acordo com Steiner, o homem deve desenvolver
seu espírito, afastando-se do excesso de materialismo tornando-se uno com a
Natureza. Daí o emprego de técnicas agrícolas que fortaleçam uma “relação
espiritual–ética com o solo, com as plantas e os animais e com os coirmãos
humanos.” Saiba mais sobre a Agricultura Biodinâmica aqui.
Além do enfoque de serem vinhos naturais, a
Emiliana produz vinhos de excelente qualidade.
Em tarde de casa cheia e animada, apresentamos
6 rótulos das linhas reserva e Gran Reserva Adobe e Novas,
respectivamente.
Idas e Vinhas

Adobe Reserva Chardonnay 2014 – Valle de
Casablanca
Adobe Reserva Pinot Noir 2014 – Valle de
Colchagua
Adobe Reserva Carmenére 2014 – Valle de
Colchagua
Adobe Reserva Merlot 2014 – Valle de Rapel
Novas Gran Reserva Pinot Noir 2014 – Valle de
Casablanca
Novas Gran Reserva Cabernet/Merlot 2013 – Valle
do Maipo
Idas e Vinhas
Foi um empolgante passeio rico em castas e
também regiões chilenas. A Emiliana tem mais de 700 hectares de vinhedos
espalhados pelo Chile, com o cuidado de plantar as uvas que produzem melhores
resultados em cada Vale.
Escolher o melhor vinho foi tarefa difícil!
Toda a seleção foi muito apreciada. Quanto aos destaques, todos concordaram que
o Chardonnay (com 5% do lote passando em madeira) é de altíssima
qualidade. Passando-se aos tintos, o Adobe Reserva Merlot e o Novas
Gran Reserva Cabernet/Merlot
foram aclamados.
Agradecemos a todos os presentes que entraram
no clima da tarde leve e descontraída, e novamente ao Abel e à sempre gentil
equipe da Bardot
pela oportunidade. Que venham as próximas!
Idas e Vinhas

*Leia aqui
sobre uma degustação sobre vinhos orgânicos e biodinâmicos que conduzimos, e
onde apresentamos um dos vinhos ícones da Emiliana, o Coyam.

Os vinhos apresentados você encontra na Bardot Vinhos e Artes.

Aconteceu… Degustação Emilia – Frescor e Elegância

Idas e Vinhas


A última sexta-feira, 24 de Julho, foi noite de casa cheia na Bardot – Vinhos e Artes. A convite do amigo Abel Mendes, apresentamos aos convidados 5 rótulos que compõem a linha Emilia, da vinícola argentina Nieto Senetiner.

A Nieto Senetiner é uma das vinícolas de ponta da Argentina, com grande variedade de linhas (desde a de entrada, Benjamin, ao ícone Cadus) presente em mais de 15 países.

Idas e Vinhas

Os vinhos da linha Emília são muito bem feitos, para o dia a dia, e contam com preços atrativos. Aqui a valorização da fruta é o ponto alto, e por isso os tintos passam em madeira apenas o suficiente para o afinamento dos taninos.

O branco que abriu os trabalhos foi o Emília Chardonnay – Viognier (casta originária do Vale do Rhone – França). Mesmo com poucos vinhedos pelo mundo, é considerada por críticos conceituados uma das grandes castas brancas. No Emília ela contribuiu com intensos aromas frutados e florais. Por não passar em madeira, o vinho é bastante fresco e mineral.
Idas e Vinhas

Em seguida foram apresentados o Malbec Rosé e a sequência de tintos Malbec, Malbec/Bonarda e Cabernet Sauvignon. Todos com bom equilíbrio, boa acidez e taninos agradáveis.
Com relação aos tintos, destaque para o corte Malbec/Bonarda, que exibiu aromas intensos de flores, frutas negras e tabaco. O Cabernet Sauvignon encerrou a sequência com elegância, agradando a todos.
Os vinhos:
Emilia Chardonnay Viognier 2012
Emilia Malbec Rosé 2013
Emilia Malbec 2012
Emilia Malbec Bonarda 2012
Emilia Cabernet Sauvignon 2013

Uma grata surpresa foi a presença da presidente nacional – Maria Lúcia Rodrigues – e amigas confreiras da Amigas do Vinho, a maior confraria feminina do Brasil. 

Idas e Vinhas
Da esquerda para direita: Mara, Maria Lúcia, Ana, Fátima, Patrícia e Luciana – Amigas do Vinho.

E para encerrar a noite, os convidados brindaram com o espumante Abreu Garcia Brut RoséProduzido no Planalto Catarinense pelo método charmat. Elaborado com Cabernet Sauvignon e Merlot, tem uma bela cor salmão, aromas de frutas vermelhas (morangos, cereja), frescor e equilíbrio.

Idas e Vinhas

Você encontra o portfólio completo da Nieto Senetiner na Bardot – Vinhos e Artes.