Provamos e aprovamos… William Fèvre Quino Blanc 2012

Idas e Vinhas
William Fèvre é um renomado produtor francês que se destaca
pelos Premier Cru Chablis, na Borgonha, e o projeto no Chile iniciou-se há 20
anos em sociedade com Victor Pino Torche cuja família vem do ramo de
mineração e agropecuária.

Já escrevemos sobre o produtor aqui.
O Valle de Malleco está localizado no
extremo sul do Chile, o clima é mediterrânico (verões quentes e secos e
invernos frios e chuvosos), com pluviosidade entre 900mm a 1200mm anuais não
havendo necessidade de irrigação. Os solos são vulcânicos com grande quantidade
de argila.
A vitivinicultura nesta região ainda está sendo
descoberta. O maior desafio está em encontrar castas que se adaptem ao curto
período de amadurecimento.
As castas que se destacam são a
Pinot Noir, Chardonnay e Sauvignon Blanc.
William Fèvre é um dos produtores que vem
ganhando notoriedade na região. Provavelmente pelo fato de que, segundo ele,
Malleco apresenta condições climáticas semelhantes às da Borgonha. Dando como
resultado vinhos com alta acidez e baixa graduação alcoólica.
Vamos ao vinho?
Quino Blanc 2012
D.O. Traiguén, Valle de Malleco
92% Sauvignon Blanc e 8% Riesling. Afinamento
em carvalho francês de segundo uso. 12,7% de álcool.
3200 garrafas produzidas.
Cor amarelo ouro com reflexos dourados. Aromas
delicados e persistentes de flores brancas, abacaxi e tangerina, além de
mineralidade marcante e alguma nota defumada. Em boca, tem médio corpo, acidez
fresca e álcool equilibrado. O abacaxi, os aromas cítricos e a mineralidade
sobressaem. Final de muito boa intensidade e persistência, com fundo cítrico e
mineral.
Nota IV: 90
Melhor mescla branca e 93 pontos no Descorchados
2015
Importadora: Domínio Cassis
Vendas no Rio de Janeiro:
contato@idasevinhas.com.br

Idas e Vinhas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *