Volta à França em 40 Vinhos… Borgonha, Domaine Jean Fournier – Cuvée Saint-Urbain 2008, Marsannay

Idas e Vinhas

Parafraseando Vinícius, os outros países que
nos perdoem, mas a França é fundamental! Em nossa promissora volta à França
retornamos aos brancos da Borgonha. Foi a vez de um Chardonnay produzido na AOC
Marsannay que, embora não muito conhecida por aqui, destaca-se na produção de
grandes brancos.

Idas e Vinhas

A denominação
A denominação Marsannay abrange as
comunas de Marsannay-la-Côte, Couchey e Chenôve na
sub-região de Côte de Nuits da Borgonha.
Marsannay é a única denominação comunal que
produz vinhos brancos, rosés e tintos. A sua tipicidade é a da Côtes de Nuits,
e seu estilo se assemelha ao das denominações vizinhas, Fixin e Gevrey-Chambertin.
Os tintos de Marsannay tem coloração intensa,
aromas suaves de frutas vermelhas (cereja e morango) e negras (groselha e
mirtilo). Na boca tem bom corpo, são tânicos e de final longo.
Os brancos possuem aromas cítricos e florais (Espinheiro
Santo e Acácia). Em boca são complexos e minerais. Com grande potencial de
envelhecimento.
O terroir
Os vinhedos se estendem de norte a sul ao longo
das partes mais baixas das colinas, em alturas de 255-390 metros acima do nível
do mar. As exposições variam de leste para sul. Os solos variam muito em composição
e derivam do período jurássico médio.
Idas e Vinhas
A vinícola
O Domaine Jean Fournier é considerado um
dos mais antigos da denominação Marsannay.
Documentos escritos durante o reinado de Luís
XIII atestam esta informação!
Idas e Vinhas
Possui 16ha de vinhedos sendo 13ha de Pinot
Noir
3ha de Chardonnay e Pinot Blanc (as 3 castas permitidas
na denominação). Alguns destes vinhedos têm mais de 60 anos de idade. A produção
visa baixos rendimentos por planta, as uvas são colhidas manualmente e o manejo
dos vinhedos é orgânico. Na adega o tempo de fermentação é longo (3
semanas) e a intervenção humana durante todo o processo de vinificação é mínima.
Vamos ao vinho?
Domaine Jean Fournier –
Cuvée Saint-Urbain 2008 Marsannay
100% Chardonnay, 14% de álcool.
Cor amarelo palha de média intensidade. No
nariz apresentou aromas bastante finos, intensos e persistentes de geleia de
abacaxi, maracujá e algumas notas minerais e de madeira. Em boca é de médio
corpo, com acidez fresca, macio e álcool equilibrado. Ainda no paladar sentimos
o abacaxi, a mineralidade e o tostado da madeira. Final de boca de boa
persistência, com retrogosto frutado, levemente tostado e mineral.
Nota IV: 86
Importadora: Everest
Idas e Vinhas
Fonte pesquisada para este post
Acompanhe a Volta à França em 40
Vinhos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *