Vinhos da Nova Zelândia – Ascensão no mercado internacional

Idas e Vinhas

Em 2014 as exportações de vinho da Nova Zelândia bateram novo record, crescendo
8,2%. A bebida ocupa agora o 6ª lugar entre os produtos de exportação do país.

Nos últimos 15 anos a indústria do vinho neozelandesa experimentou
crescimento significativo tanto em volume de produção quanto de exportação.
Muitos investidores estrangeiros foram atraídos pelas oportunidades criadas em
um mercado que gerou cerca de USD 1,5 bilhão (dados de 2014) em ganhos com
exportação. Esse cenário colocou o país na 8ª posição no ranking mundial de
exportadores de vinhos em valor exportado e na 11ª posição relativa a quantidade
exportada (cerca de 295 mil toneladas). Fonte: TradeMap
Idas e Vinhas
A Nova Zelândia produz de forma consistente vinhos premiados pela
crítica internacional especializada, e vem investindo fortemente em tecnologia
e inovação das práticas vitícolas.
Os Sauvignon Blanc configuram a maioria das exportações, enquanto os
Pinot Noir vêm em 2º, com crescentes reputação e valor agregado. Também
importantes são os varietais de Chardonnay, Syrah e Cabernet Sauvignon.
Os principais destinos do vinho neozelandês são Austrália, Reino Unido e
Estados Unidos, mas o mercado asiático está em franca expansão.
Particularmente provamos excelentes exemplares de vinhos da Nova Zelândia,
que, com suas paisagens espetaculares, certamente será um dos nossos destinos em breve!
Idas e Vinhas
Pisa Range Estate Winery
Destacamos os vinhos da Greywacke (o Pinot Noir é sensacional), Craggy Range, Yealands e Saint Clair (um dos melhores Sauvignon Blanc que já provamos).
Vejam outros posts que escrevemos sobre os vinhos neozelandeses
  
Fontes
consultadas para este post:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *