Em busca do Torrontés perfeito – Finca Quara – Viña La Esperanza Single Vineyard Torrontés 2011

Idas e Vinhas

O Torrontés é um vinho que me agrada. Seus
aromas intensos de flores e frutas sempre trazem algo mais, tornando-o distinto
dos onipresentes Chardonnay e Sauvignon Blanc. Se não tratado com respeito,
pode se tornar muito adocicado e alcoólico.

Mas, mesmo tendo degustado excelentes
exemplares, hoje escrevo a primeira nota aqui no blog. E a partir de agora,
sempre que me deparar com um rótulo que julgue que me levará mais perto daquele
que será o melhor Torrontés que já provei, vocês saberão aqui pelo Idas e
Vinhas
. Estou aberto a sugestões!!
A casta
A hipótese mais aceita afirma que a Torrontés seja
de origem espanhola (região de Galiza) e tenha sido introduzida na Argentina
pelos colonizadores. E foi na Argentina que três variedades desenvolveram todo
seu potencial, sendo responsáveis pelo vinho branco que é a assinatura do país.
As três variedades, chamadas por alguns autores
de “Argentine Torrontés Somethings”, em tradução livre algo como “As Notáveis
Torrontés da Argentina” são: Torrontés Sanjuanino, Torrontés
Mendocino
e a mais valorizada e amplamente plantada, a Torrontés Riojano.
Os vinhos costumam ser ricamente aromáticos e florais, se destacando dentre as
demais castas brancas.
Há produtores que estão sendo bem sucedidos produzindo
bons exemplares no Valle de Uco, em Mendoza e na região de Chilecito
em La Rioja.
A região
A casta melhor se adaptou nas regiões
localizadas ao norte da Argentina, nas províncias de Salta (70% da
produção), Tucumán e Catamarca, em altas altitudes, entre 1.600m
a 2.350m (San Pedro de Yacochuya).

O Vale Calchaqui, em Salta, bem ao norte do país, é o que está ganhando uma forte reputação no mundo graças ao cultivo desta variedade. Nessa região há um micro-clima especial, os vinhedos estão a uma altitude de 3.100 metros acima do nível do mar e a chuva é muito escassa, o que permite um desenvolvimento excepcional da videira. A famosa Bodega Colomé está localizada nesta região.

Idas e Vinhas
O clima
Temperado, com grandes amplitudes térmicas e
temperatura média de 15ºC. Pluviosidade média anual de 150mm.
Os solos
Solos podem ser neutros, franco-arenosos (compostos
por areia, limo e argila) ou arenosos, profundos, com subsolo pedregoso.
O produtor
A Finca Quara está localizada no coração do Valle Calchaquí e pertence à
família libanesa Lavaque, que chegou à Argentina no final do século XIX
e logo estabeleceu a sua produção de vinho em Cafayate, na província de Salta
Idas e Vinhas
Copyright: Finca Quara
A vinícola prosperou a partir dos anos 80
quando Rodolfo Lavaque (quarta geração) ficou à frente da produção.
Alguns anos mais tarde, a família adquiriu a Finca
El Recreo
, que durante os séculos XVII e XVIII pertenceu à família Peñalva
Frías
, e depois a Michel Torino. Hoje a vinícola está aos cuidados
da quinta geração.
Quara é uma espécie
de lhama de pelo curto nativa criada e domesticada pelos povos andinos e usada
como animal de carga.
O vinhedo de Torrontés tem idade entre 60 e 80
anos e o cultivo segue o sistema de Pérgola.
Vamos ao vinho?
100% Torrontés. Fermentado em barricas novas de
carvalho francês por 30 a 40 dias, depois é mantido em contato com as borras
por mais 6 a 8 meses. 14% de álcool.
Cor amarelo ouro claro com reflexos dourados. No
nariz os aromas são bastante intensos e finos de lichia, maracujá, pera,
tangerina, flores brancas (jasmim, laranjeira), mel e notas de baunilha e
madeira. Apresentou médio corpo em boca e bom equilíbrio entre acidez, açúcar
residual e álcool. A lichia, o maracujá e a madeira são confirmadas em boca. De
final persistente com retrogosto de lichia.
Embora tenha sido fermentado e ainda estagiado
em carvalho novo a madeira está em perfeita harmonia e conferiu maior complexidade
e estrutura ao vinho.
Nota IV: 87
R$58 (comprado em SC)
Idas e Vinhas

2 thoughts on “Em busca do Torrontés perfeito – Finca Quara – Viña La Esperanza Single Vineyard Torrontés 2011”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *