Festas de final de ano…tempo de Champagne!! Quais foram as melhores safras?


Em tempos de festa, Champagne é sempre
bem-vindo. Para quem tem garrafas na adega ou está pensando em comprar, sempre
há a dúvida: Champagne é para ser bebido jovem ou safras antigas são melhores?

Champagne não safrado (sem indicação do ano no rótulo) é normalmente bebido
jovem, de 1 a 2 anos após o lançamento. Já aqueles que são vintage
(safrados) podem ser bastante longevos (10, 15 anos).
A edição eletrônica de Janeiro de 2015 da
revista inglesa Decanter já foi
lançada e traz informações sobre a qualidade das safras desde 2002, de acordo
com a especialista Angela Mount. Entre as melhores: 2009, 2008, 2006,
2004 e 2002.
2011 – safra difícil e desigual, com alta
acidez. Escolha bons produtores.
2010 – safra também difícil, com muitas vinhas
afetadas pela podridão.
2009 – safra promissora, com frutos bem
amadurecidos. Ainda com acentuada juventude nos vinhos, com potencial para
evoluir bem em garrafa.
2008 – uma das melhores safras da década.
Elegante, refinada e muito boa acidez.
2007 – o mês de Agosto foi frio e úmido,
retardando a colheita. Algumas vinhas afetadas pela podridão.
2006 – safra de alta qualidade. Pode ser bebida
agora ou dentro de mais alguns anos.
2005 – mais promissora do que inicialmente
previsto pelos especialistas, mas ainda com algum efeito da podridão e bolores
nas vinhas.
2004 – vinhos soberbos e ainda jovens. Para
beber agora ou serem guardados por um bom tempo.
2003 – safra seca. Se tiver alguma garrafa
guardada, beba logo.
2002 – safra excepcional. Para beber agora ou
manter guardada.
Para entender mais sobre os estilos de
Champagne:
Vintage – feito a
partir de uma única safra
NV – Non-vintage – feito com a combinação de várias safras
Blanc de noirs – feito somente a partir de uvas
tintas (Pinot Noir e Pinot Meunier)
Blanc de blancs – feito apenas com a Chardonnay
Rosé – com adição de um pouco de vinho tinto
Prestige cuvée – feitos a partir das uvas dos
melhores vinhedos da propriedade.
Saúde!!
Veja aqui o post que fizemos sobre Champagne
vintage.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *