Bordeaux 2013: Châteaux são forçados a utilizar a chaptalização

Idas e Vinhas

Vários produtores
top de Bordeaux tomaram a rara medida de adicionar açúcar ao mosto durante a
vinificação das uvas da safra de 2013, a fim de elevar os níveis de álcool em
seus vinhos – processo conhecido como chaptalização.

“Inicialmente a graduação alcoólica do
mosto nos tanques era de 12,25%, e nós chaptalisamos até atingir 13%”,
disse Thomas Duroux do Château Palmer.
A última vez que isso aconteceu em Bordeaux foi
em 1994. Em 2013, fatores climáticos desfavoráveis provocaram uma corrida entre
a maturação e o apodrecimento das uvas. Está sendo considerada uma das mais
desafiadoras safras das últimas décadas.
A chaptalização da uva pré-fermentada esteve perto
de ser proibida pela União Europeia em 2008 como parte da reforma do setor
vitivinícola. No final, manteve-se legal, com limites estabelecidos para as
diferentes zonas geográficas de vinificação.
Regras oficiais para a safra 2013 de Bordeaux
é que o château não pode adicionar mais do que 1,5% (álcool por volume) para os
seus vinhos através da chaptalização. Resta aguardar para saber o quanto isso
afetará a qualidade do produto final.

Fonte: Revista Decanter, junho de 2014.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *