Confraria Idas e Vinhas… Espumantes Nacionais e Champagne

Idas e Vinhas

No dia 09 de Janeiro
a ‘Confraria Idas e Vinhas’ se
reuniu para degustar 2 espumantes nacionais e um Champagne.

Os
rótulos escolhidos foram os seguintes: Cave Geisse Blanc de Blanc 2010, Casa Valduga
130 Brut e Champagne Montaudon Brut.
A
degustação não foi às cegas e definimos a ordem considerando a complexidade
esperada, deixando o Champagne para o final.
Vamos a eles?
Cave Geisse Blanc de Blanc 2010 – Pinto Bandeira – RS
100%
Chardonnay. Método Champenoise. Tempo
de amadurecimento em garrafa de no mínimo 28 meses. Produção de 7000 garrafas.
O degorgement aconteceu em 2013.
12,5% de álcool.
De
cor amarelo palha. O perlage é de boa
persistência e o tamanho das bolhas é muito bom. Formou um belo colar na superfície
da taça. No nariz os aromas foram de abacaxi, mel e flores brancas. Em boca
apresentou boa cremosidade, muito bom equilíbrio entre maciez e acidez e as
notas florais e de mel são confirmadas. O final é de média persistência.
Média
do grupo: 86,2
R$109
Idas e Vinhas
Casa Valduga 130 Brut – Vale
dos Vinhedos – RS
Produzido
com uvas Chardonnay e Pinot Noir. Método Champenoise.
36 meses em contato com as leveduras. 13% de álccol.
Cor
amarelo ouro. O perlage é de boa
persistência e o tamanho das bolhas é bom. Formou um colar razoável na
superfície da taça. Apresentou aromas adocicados de abacaxi em compota e alguma
nota mineral e tostada. Em boca formou média cremosidade, com bom equilíbrio
entre maciez e acidez e o seu final é longo e levemente tostado.
Média
do grupo: 73,7
R$51
Idas e Vinhas
25%
Chardonnay, 45% Pinot Noir, 10% Pinot Meunier e 20% de vinhos reserva de outras
safras. 12% de álcool.
Cor
amarelo ouro. Perlage de boa
persistência, o tamanho das bolhas é bom e a sua quantidade é muito boa. Bastante
complexo no nariz, apresentou aromas de panificação, casca de laranja, alcaçuz
e amêndoas. Em boca apresentou boa cremosidade e mostrou bom equilíbrio entre
maciez e acidez, é de boa persistência e o retrogosto é levemente tostado.
Média
do grupo: 91,5
R$98
Idas e Vinhas
Conclusões
O
Cave Geisse realmente se destaca
quando se trata de espumantes nacionais. Qualidade do perlage, excelente equilíbrio e aromas muito agradáveis chamam a
atenção nesse Blanc de Blanc.
O
Casa Valduga, embora com riqueza de
aromas e bom perlage, deixou a
desejar em termos de qualidade do CO2 (as “agulhas”
estavam excessivamente agressivas).
O
Champagne Montaudon Brut foi o
preferido, embora tenha decepcionado um pouco quanto à formação do perlage. Reuniu complexidade, intensidade
e persistência nos aromas, além de bom equilíbrio e boa qualidade do CO2.
Consideramos um bom custo/benefício.
Idas e Vinhas
Comparativo entre cores e formação do colar – Da esquerda para a direita: Cave Geisse, Casa Valduga e Montaudon

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *