Aconteceu… Winebar 22 de Outubro de 2013 – Vinícola Salton

Idas e Vinhas

Ontem foi a vez do vinho
brasileiro no
Winebar. Foram degustados um espumante e dois tintos da linha Intenso da vinícola Salton,
uma das principais do cenário nacional e que tem mais de 100 anos de história.

Instalada na Serra Gaúcha,
município de Bento Gonçalves, a Salton foi constituída formalmente em 1910,
quando os herdeiros do patriarca Antonio
Domenico Salton
deram ao negócio caráter empresarial. Antes disso, como a
maioria dos imigrantes italianos, a vinificação era feita de forma informal,
para preservação da cultura italiana e consumo das famílias. 103 anos depois a
Salton figura entre as maiores vinícolas do país e ainda permanece familiar (com
a terceira geração no comando).
A vinícola possui vinhedos nas principais regiões
com vocação vitícola do Rio Grande do Sul. Na região da Campanha Gaúcha, foram
adquiridos em 2010 cerca de 450 hectares destinados
para o cultivo de uvas brancas para espumante e vinhos tranquilos, uvas tintas
e tintureiras. Entre as variedades destacam-se Cabernet Franc, Cabernet
Sauvignon, Chardonnay, Gamay, Marselan, Merlot, Pinot Grigio, Pinot Noir,
Sauvignon Blanc, Tannat e Teroldego.
Idas e Vinhas

A diversidade também aparece na linha de produtos são mais de 40
rótulos divididos em categorias: Top, Premium, Fino Superior e Fino.
O Winebar de ontem, contou com a
participação do sommelier da Salton, Vinicius Santiago. Foram
degustados três vinhos da linha Intenso:
Salton
Intenso Malvasia Vinho Branco Espumante Natural Brut, da categoria Fino Superior.
Salton
Intenso Teroldego e Marselan Tinto Seco 2011, da categoria Premium.
Salton
Intenso Merlot e Tannat Tinto Seco 2011, da categoria Premium.
Idas e Vinhas

Vamos aos vinhos?
Produzido
pelo método Charmat, o que chama atenção nesse espumante é a qualidade aromática:
intensos e agradáveis aromas de flor de laranjeira, pêssego, maçã verde, capim
limão e camomila, porém não muito persistentes. Em boca também é equilibrado e agradável.
Embora
de aromas e sabores muito bons, deixou a desejar na efervescência. As bolhinhas
de CO2 apareceram em pouca quantidade e sem persistência.
Nossa
nota IV: 75
Idas e Vinhas

Cor
vermelho púrpura. No nariz os aromas são agradáveis e possuem boa intensidade, mas
não muita persistência. Destacamos frutos vermelhos (cerejas e framboesas) e
ameixa. Em boca é equilibrado, médio corpo, taninos delicados e boa acidez.
Fácil de beber.
Nossa
nota IV: 84
Idas e Vinhas

Cor
vermelho púrpura. No nariz os primeiros aromas foram de frutas vermelhas
maduras. A passagem em madeira acrescentou complexidade, e agitando a taça
surgem notas de tostado e algum vegetal. Embora a Tannat possa assustar o
enófilo iniciante por ser conhecido com uma das castas mais tânicas, nesse
vinho a Merlot suavizou esta característica. Os taninos estão finos e
agradáveis.
Nossa
nota IV: 86
Idas e Vinhas

Nossa
impressão geral foi muito boa. São vinhos corretos, bem feitos e com ótima relação
custo benefício (tema polêmico em relação aos vinhos brasileiros, pois muitos deles são sobrevalorizados). Os preços variam de R$12,50 para a linha Flowers até R$85,00
para o Top Salton Gerações Paulo Salton. Na loja virtual da vinícola, os vinhos
são vendidos em caixas com 6 unidades.
Parabéns
mais uma vez aos organizadores do Winebar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *