Paris para enófilos I – degustação no ÔChateau

Idas e Vinhas

Paris é uma festa
para os enófilos. Para boas compras há infinitas opções de grandes lojas (Lavinia,
Nicolas,
Lafayette Gourmet, La Grande Épicerie…)
ou pequenas maisons especializadas (um bom exemplo é a La Maison des Millésimes).
 

Para
descansar após um dia intenso de compras e visitas a locais turísticos, nada
melhor que relaxar em um dos inúmeros cafés espalhados por Saint German de
Prés, Marais, Montmartre, abrindo os trabalhos com uma taça de champagne…
E
para degustar bons vinhos ao mesmo tempo em que se aprende sobre a cultura
vinícola francesa, há várias opções de casas especializadas em degustações orientadas.
E foi assim, em busca de uma opção diferente, encontramos o Ô Chateau Wine Tasting & Wine Bar.
A
casa está localizada próximo ao Museu do Louvre (apenas alguns quarteirões da
estação Louvre-Rivoli), bem fácil de chegar. São várias as opções de
degustação, e optamos por uma que acontece todos os dias às 17h15: a Tour de
France of Wine. Fizemos as reservas pelo site, muito fácil. Essa degustação sai
a 55€, e inclui 1 champagne, 5 vinhos e pão. É possível acrescentar tábuas de
queijos e embutidos, pagos à parte.
Ao
chegarmos, fomos eficientemente recebidos e aguardamos alguns minutos no Wine
Bar, que também é um restaurante. Depois fomos conduzidos à cave de degustação,
uma bela construção datada do século XVII.
Idas e Vinhas

Os
grupos têm no máximo 15 pessoas, e são turistas de todo o mundo. Nesse dia
havia Austrália, Sérvia, Portugal, Estados Unidos, Canadá…
A
degustação é bastante informal, o objetivo é apreciar vinhos de qualidade
enquanto se aprende um pouco sobre as regiões vinícolas da França. Quem
conduziu a nossa degustação foi uma jovem sommeliére, Charlotte Buisson Dackow, e o fez com
simplicidade, eficiência e muita simpatia.
Os
vinhos selecionados são de qualidade superior e preços razoáveis, mas não
espere nenhum Pétrus! A degustação dura em torno de duas horas, as pessoas
conversam, perguntam, é bem descontraído. A ficha de degustação é bem simples,
e de modo geral consideramos os vinhos muito bem selecionados (se fôssemos dar
notas, estariam todos acima de 80).
Idas e Vinhas
Idas e Vinhas

Vamos
aos vinhos?
Champagne: Monmarthe 1er Cru Secret de Familie. Muito bom exemplar.
Vale do Loire (appellation
Sancerre)
:
Domaine de la Garenne 2012.
Um Sauvignon Blanc leve e aromas de
jasmim, maracujá e erva doce.
Bourgogne: Louis Max Clos de la Perrière 2011. Um borgonha branco muito agradável, com
notas de aniz e frutas cítricas.
Bordeaux (appellation Haut Médoc): Diane de Belgrave 2008.
Um tinto
de corpo médio e notas de violeta.
Rhône (appellation Côtes-Du-Rhone): Domaine de
la Graveirette 2010
. Um pouco fechado no
nariz, mas muito agradável na boca, com aromas de passas.
Languedoc (appellation Saint Chinian): Mas Champart Causse du Bousquet 2010. Finalizando
a degustação, o tinto encorpado, corte de Grenache-Carignan-Syrah de aromas
frutados e de alguma especiaria. Muito bom!
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Um
programa diferente que recomendamos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *