Provamos e aprovamos… R. López de Heredia – Viña Tondonia Gran Reserva 1991

Idas e Vinhas

A Rioja é uma das
mais prestigiadas regiões vinícolas da Espanha.
É na Rioja onde a
Tempranillo reina como casta de base (tipicamente 70% ou mais) para os tintos. Grenache,
Mazuelo e Graciano são as demais castas utilizadas. Essa mescla, aliada a
rígidas regras de produção, conferem aos vinhos as condições ideais para
evoluírem com elegância durante muito tempo.

 Idas e Vinhas
É
justamente o sistema de envelhecimento que torna os vinhos da Rioja tão
particulares. Para auxiliar os enófilos inciantes a identificá-los segue uma
explicação básica sobre os Rioja tintos:
Um
Rioja joven é um vinho que não passou
ou passou no máximo 12 meses em barricas de carvalho. Pode ser comercializado assim
que foi engarrafado.
Um
Rioja crianza só pode ser comercializado
no seu terceiro ano, após pelo menos 12 meses de barrica e 6 meses envelhecendo
na garrafa, devendo permanecer na bodega pelo menos 24 meses.
Um
Rioja reserva deve ser armazenado na
bodega por pelo menos 36 meses. Desses 36 meses, pelo menos 12 devem ser de barrica
e outros 12 meses em garrafa.
O
Rioja gran reserva é produzido apenas em safras particularmente boas. Só podem
ser comercializados no 6º ano, com pelo menos 24 meses em barricas e outros 36
em garrafa. Possuem excepcional potencial de guarda.
Vamos ao vinho?
O
Viña Tondonia é produzido pela bodega R. López de Heredia, cuja
história remonta há cerca de 136 anos.
O
vinho que degustamos, ViñaTondonia Gran Reserva 1991, passou 9 anos em barricas e foi produzido com
uma mescla de 75% Tempranillo, 15% Garnacha e 10% de Mazuelo e Graciano.
Tratando-se de um vinho de 22 anos, optamos por decantá-lo para separar eventuais sedimentos. Veja aqui post sobre o assunto.
Idas e Vinhas
De cor muito brilhante e sem sedimentos, podemos
dizer que se trata de um vinho mais antigo apenas pela cor vermelho-alaranjado.
Idas e Vinhas

No
nariz, mais boas surpresas. Estávamos esperando apenas os aromas de evolução
como couro e pelica, que nem sempre agradam a todos. Mas fomos surpreendidos
por aromas de frutas vermelhas (framboesas, morangos) e frutas secas (ameixas e
figos), além de certo frescor de menta. Ou seja, um vinho de 22 anos que
apresenta aromas primários, secundários e terciários só pode ser um vinho de
excepcional qualidade, que não se degusta todo dia!
Em
boca também surpreendeu. De médio corpo, a acidez bastante presente e o álcool
na medida (12%) mantiveram alto nível de equilíbrio com os taninos ainda
marcantes. Os aromas de boca foram menos intensos que os sentidos no nariz, mas
foram confirmados. Nossa conclusão é que nesse estágio é um vinho maduro, com talvez
umpouco mais tempo de guarda mas que não necessariamente ficará melhor. Então,
para quem possui essa safra, é o momento para abrir!
WS 90. Nossa nota: 91,5.
Dica
de harmonização: assado de tiras Red Angus
com ervas aromáticas (ficou ótimo!).
Idas e Vinhas

Este
é um daqueles vinhos que sempre vale a pena ter na sua adega.
Preço:
90 USD, na Sherry Lehmann de Nova Iork (comprado em 2011).

Provamos e aprovamos… Zind Humbrecht – Gewürztraminer Alsace Grand Cru Wintzenheim Hengst 2008

Idas e Vinhas

 A Alsácia é uma
região vinícola francesa de forte influência germânica. Localiza-se às margens
do rio Reno, faceando a região vinícola alemã de Baden. Os nomes de pessoas, cidades
e vinhedos são quase exclusivamente de origem alemã, bem como as castas das
uvas cultivadas, quase exclusivamente brancas (90%). Uma curiosidade é que a
Alsácia é a única grande appellation contrôlée que discrimina nos rótulos o
nome das cepas.

Idas e Vinhas
As
castas brancas cultivadas são classificadas em nobres e finas:

Nobres:
Riesling (mais plantada), Gewürztraminer, Pinot Gris e Muscat d’Alsace.
Finas: Sylvaner e
Pinot Blanc.
As
AOCs (denominações de origem que podem ser declaradas) são: Alsace Grand Cru
(vinhos produzidos a partir dos melhores vinhedos), Alsace, e Crémant d’Alsace
para os espumantes.
Entre
as castas da região, a Gewürztraminer é a mais fácil de ser identificada,
devido ao perfume extremamente agradável que apresenta nos vinhos (são aromas
concentrados que lembram rosas e lichia). Também confere aos vinhos cores marcantes,
entre o dourado e o âmbar, e maior corpo do que quase todos os outros vinhos
brancos. Com relação à graduação alcoólica, atingem níveis mais elevados que a
maioria dos vinhos brancos, não sendo raros teores superiores a 13%.
Os
Gewürztraminer produzidos pelos grandes produtores alsacianos têm grande
capacidade de envelhecimento e estão entre os melhores do mundo.
Vamos ao vinho?
A
Domaine Zind-Humbrecht surgiu da união das
famílias de vitivinicultores Zénon
Humbrecht
e Emile Zind, em 1959.
Antes cada família produzia e vendia os seus vinhos com os seus próprios nomes.
A união fez muito bem às famílias, pois estão entre os produtores franceses
mais repeitados e seus vinhos alcançam altas notas na mídia especializada.
A
Domaine Zind-Humbrecht conta com 40 hectares de vinhedos localizados em cinco
aldeias no Haut-Rhin (região do Alto Reno):
Thann: 5.5 ha
Hunawihr: 6.2 ha
Guberschwihr: 2.4 ha
Wintzenheim:
8.3 ha
Turckheim:
18 ha
Em
1998 a vinícola começou a implantar o cultivo orgânico em seus vinhedos, a
partir do ano 2000 aderiram às técnicas e filosofias do cultivo biodinâmico e em
2002 receberam a certificação Biodyvin.
A
produção anual varia entre 10 mil a 18 mil caixas, das quais 75% a 85% são
exportadas.
O
exemplar que provamos foi o Zind
Humbrecht – Gewürztraminer Alsace Grand Cru Wintzenheim Hengst 2008
, comprado
na Lavinia de Paris.
Notas de degustação:
De
cor amarelo ouro bastante brilhante. Excelente no nariz, o que significa grande
variedade e qualidade de aromas. Ao colocar na taça já se desprendem os
primeiros aromas adocicados de rosas. Girando a taça sobem notas de manga, lichia
e alguma especiaria (canela e noz moscada). Em boca é encorpado, doce, com boa
acidez e álcool na medida certa para garantir o equilíbrio.
Cabe
avisar: os vinhos alsacianos vão de secos a doces, mas essa informação nem sempre
vem indicada no rótulo. Para descobrir, tem que degustar!
Dica
de harmonização: queijos cremosos de sabor acentuado e pratos que tenham foie gras
Álcool:
14%
Valor:
59 €
WS: 93
Idas e Vinhas

Fontes consultadas para esse post:

José Osvaldo Albano do Amarante –
Os segredos do vinho

Paris para enófilos I – degustação no ÔChateau

Idas e Vinhas

Paris é uma festa
para os enófilos. Para boas compras há infinitas opções de grandes lojas (Lavinia,
Nicolas,
Lafayette Gourmet, La Grande Épicerie…)
ou pequenas maisons especializadas (um bom exemplo é a La Maison des Millésimes).
 

Para
descansar após um dia intenso de compras e visitas a locais turísticos, nada
melhor que relaxar em um dos inúmeros cafés espalhados por Saint German de
Prés, Marais, Montmartre, abrindo os trabalhos com uma taça de champagne…
E
para degustar bons vinhos ao mesmo tempo em que se aprende sobre a cultura
vinícola francesa, há várias opções de casas especializadas em degustações orientadas.
E foi assim, em busca de uma opção diferente, encontramos o Ô Chateau Wine Tasting & Wine Bar.
A
casa está localizada próximo ao Museu do Louvre (apenas alguns quarteirões da
estação Louvre-Rivoli), bem fácil de chegar. São várias as opções de
degustação, e optamos por uma que acontece todos os dias às 17h15: a Tour de
France of Wine. Fizemos as reservas pelo site, muito fácil. Essa degustação sai
a 55€, e inclui 1 champagne, 5 vinhos e pão. É possível acrescentar tábuas de
queijos e embutidos, pagos à parte.
Ao
chegarmos, fomos eficientemente recebidos e aguardamos alguns minutos no Wine
Bar, que também é um restaurante. Depois fomos conduzidos à cave de degustação,
uma bela construção datada do século XVII.
Idas e Vinhas

Os
grupos têm no máximo 15 pessoas, e são turistas de todo o mundo. Nesse dia
havia Austrália, Sérvia, Portugal, Estados Unidos, Canadá…
A
degustação é bastante informal, o objetivo é apreciar vinhos de qualidade
enquanto se aprende um pouco sobre as regiões vinícolas da França. Quem
conduziu a nossa degustação foi uma jovem sommeliére, Charlotte Buisson Dackow, e o fez com
simplicidade, eficiência e muita simpatia.
Os
vinhos selecionados são de qualidade superior e preços razoáveis, mas não
espere nenhum Pétrus! A degustação dura em torno de duas horas, as pessoas
conversam, perguntam, é bem descontraído. A ficha de degustação é bem simples,
e de modo geral consideramos os vinhos muito bem selecionados (se fôssemos dar
notas, estariam todos acima de 80).
Idas e Vinhas
Idas e Vinhas

Vamos
aos vinhos?
Champagne: Monmarthe 1er Cru Secret de Familie. Muito bom exemplar.
Vale do Loire (appellation
Sancerre)
:
Domaine de la Garenne 2012.
Um Sauvignon Blanc leve e aromas de
jasmim, maracujá e erva doce.
Bourgogne: Louis Max Clos de la Perrière 2011. Um borgonha branco muito agradável, com
notas de aniz e frutas cítricas.
Bordeaux (appellation Haut Médoc): Diane de Belgrave 2008.
Um tinto
de corpo médio e notas de violeta.
Rhône (appellation Côtes-Du-Rhone): Domaine de
la Graveirette 2010
. Um pouco fechado no
nariz, mas muito agradável na boca, com aromas de passas.
Languedoc (appellation Saint Chinian): Mas Champart Causse du Bousquet 2010. Finalizando
a degustação, o tinto encorpado, corte de Grenache-Carignan-Syrah de aromas
frutados e de alguma especiaria. Muito bom!
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Um
programa diferente que recomendamos!

Aconteceu… Casa Flora Wine Gourmet Show 2ª Edição – Etapa Rio de Janeiro

Idas e Vinhas

Ontem, 20 de Maio de
2013, o Rio de Janeiro inaugurou a segunda
edição do Wine Gourmet Show.
Trata-se de um evento conjunto das importadoras Casa Flora e Porto a Porto
que assume a forma de circuito. Nesta segunda
edição, Rio de Janeiro (20/05), Porto Alegre (21/05), Curitiba (22/05) e São
Paulo (23/05) são novamente as cidades escolhidas, uma vez que representam os
mercados mais importantes do grupo. Confira aqui a página oficial.

Idas e Vinhas
Uma
das particularidades do evento é que se destina a um determinado segmento: clientes da
Casa Flora e Porto a Porto (proprietários de restaurantes, empórios e delicatessens
e seus convidados). Além da exposição dos produtos, ocorrem palestras
conduzidas por José Maria Soares Franco (experiente
produtor e profissional do vinho) e Erick Jacquin (LaBrasserie Erick Jacquin).
O
local escolhido para a etapa Rio foi o hotel Windsor Atlântica em Copacabana. A
organização, perfeita, ficou por conta da especialista em eventos Cristina Neves.
Após
o credenciamento, que foi ágil, você recebia a sua taça e o caderno de provas
contendo todos os vinhos e os outros produtos que estavam disponíveis para a
degustação.
Cerca
de 30 expositores de vinhos de 9 países do novo e velho mundo (África do Sul,
Argentina, Austrália, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Itália e Portugal)
e 10 expositores de alimentos gourmet estavam presentes. Sem dúvida, uma ótima
oportunidade para conhecer grande parte do portfólio oferecido e fechar
grandes negócios!
Idas e Vinhas

Os
stands dos produtores estavam bem distribuídos no salão principal, enquanto a
parte central abrigava uma ilha gastronômica, oferecendo degustações de vários
queijos, azeites de oliva, jamon Pata Negra, atum, azeitonas. Esta ilha foi um
show à parte. Também estavam disponíveis as águas Badoit, Evian e Voss.

o assunto comidinhas foi excepcional! Além da ilha central no salão de exposição,
havia um amplo espaço totalmente dedicado ao serviço de buffet. Pudemos
comprovar que quando se tem matéria prima de qualidade, aliada ao conhecimento
e experiência na cozinha, o resultado final só pode ser perfeito. Tudo elaborado
com os produtos importados pela Casa Flora e Porto a Porto: vários tipos de pães,
focaccia de bacalhau, canapés com tapenade e com tomate seco, diversos patês, sanduíches
variados e ainda dois pratos quentes finamente preparados: penne ao molho pomodoro
e risoto ao funghi Porcini. E para finalizar chás, café e chocolates…
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Tivemos
a oportunidade de conversar com Cristina Neves, que destacou a
finalidade do evento: aproximar os clientes da Casa Flora e da Porto a
Porto
, divulgando os novos produtos de forma mais pessoal e exclusiva. A
etapa do Rio de Janeiro reuniu cerca de 700 convidados. A expectativa para
Porto Alegre e Curitiba gira em torno de 500 convidados, enquanto São Paulo
pode chegar a 800 pessoas. Números tão expressivos refletem o momento de plena
expansão do mercado de produtos gourmet no Brasil e desafiam os fornecedores a
atender e manter essa demanda. Para tanto, eventos como esse são sem dúvida uma
estratégia acertada.
Bem,
vamos à relação do que mais gostamos e indicamos?
Produtos gourmet:
Queijo Parmigiano Reggiano Virgilio – delicioso!! Impossível comer apenas um pedacinho…
Queijo de leite de cabra semicurado Coto Viejo (Espanha) – Cremoso e suave.
Queijo de leite de ovelha Manchego D.O. (Espanha) – Excelente!
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas
Jamon Ibérico Reserva D.O. – Derrete na boca
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas
Azeitede Oliva Extra Virgem Asaro Agrumati Lemon (Itália) – Aromático, cítrico e
refrescante
Idas e Vinhas
Azeitede Oliva Deleyda Extra Virgem Premium (Chile) – Azeite delicado e muito
saboroso e frutado
Idas e Vinhas

Vinhos
Chile
            Reserva de Família Carmenere 2009
Idas e Vinhas

Estados Unidos
Ironstone Vineyards
(California)
            Cabernet Franc
            Reserve Meritage 2006
Idas e Vinhas

França
Masson Dubois
            Chablis
            Chateauneuf du Pape 2008
Idas e Vinhas

Vignobles Nony Borie (Haut-Médoc)
            Château Labat 2009 – Excelente!
Idas e Vinhas

Sovex Woltner
            Château Villemaurine Grand Cru 2009 (Saint Emilion)
            Château Prieuré Lichine Grand Cru 2009
Classe (Margaux)
            Les Angelots de Villemaurine GrandCru 2009 (Saint Emilion)
Idas e Vinhas

Chauvot-Labaume
            Poully Fuisse 2010
Chablis Grand Cru 2009 – Excelente!
            Château de Commarin 2009 (Vosne
Romaneé) – Muito bom!
            Pommard 2009
Idas e Vinhas

            Deutz Brut Classic
            Deutz Rosé
            Cuvée William Deutz 1998
Idas e Vinhas


Itália
            Amarone Villa Arvedi 2009
            Amarone della Valpolicella Classico2003 – Excelente!!
Idas e Vinhas


Luccarelli
            Ampelo Primitivo di Manduria
Idas e Vinhas

Cellaro (Sicilia)
            Solea Nero D’avola
            Micina
Camigliano
(Montalcino)
            Brunello di Montalcino 2006
Excelente!
            Brunello di Montalcino Gualto 2004
Excelente!
            Cabernet Sauvignon Campo ai Mori2006 – Muito bom!
Idas e Vinhas

            Sangiovese
            Colle dei Venti Pecorino (Branco)
            Greco di Tufo (Branco)
            Beneventano Aglianico
Idas e Vinhas
Espanha
Gramona (Barcelona)
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas
Agradecemos
o convite e parabenizamos os organizadores pelo excelente evento. Sucesso!

Aconteceu… Vini Vinci 2013 – Rio de Janeiro

Idas e Vinhas

Ontem, 13 de Maio,
aconteceu a 4ª edição do evento da importadora VinciVini Vinci – e o local escolhido foi o Hotel Windsor Atlântica em
Copacabana, Rio de Janeiro.

Foi
uma ótima oportunidade para conhecer pessoalmente alguns dos grandes produtores
de vinho do velho e novo mundo reunidos em um mesmo local apresentando seus
vinhos e contando um pouco da história deles.
A
organização foi perfeita. Havia ilhas de distribuição de água à vontade e as
comidinhas também estavam muito boas. Eram muitas as variedades de pães,
queijos e frios, cuja reposição acontecia de forma ágil e constante. Não havia
do que reclamar.
Idas e Vinhas

Ao
realizar o credenciamento, que foi rápido e eficaz, você recebia um guia que
continha a lista de todos os vinhos que cada produtor trouxe para a degustação
e também um guia de compras com os valores de cada vinho disponível durante a
degustação. Ainda era oferecido desconto de 10% para compras acima de R$300,00.
Idas e Vinhas
O
evento teve início às 17h com encerramento às 22h. Consideramos uma boa
duração, pois se consegue degustar uma quantidade considerável de vinhos sem
correria. Em momento algum o salão ficou superlotado. Este é um ponto que
poucos organizadores levam em consideração. É inegável que os eventos voltados
à comunidade enófila vêm se tornando um nicho de mercado ao qual as
importadoras têm se dedicado. Estamos há pouco mais de quatro anos no Rio de
Janeiro e nesse tempo pudemos observar o aumento da quantidade e da qualidade
desses eventos. Hoje já se anuncia logo nos primeiros meses do ano a “temporada
de eventos”.
Idas e Vinhas
Idas e Vinhas

E
não apenas o circuito foi ampliado (muitas importadoras estendem seus eventos
para fora do eixo Rio-São Paulo), mas também o público. A comunidade enófila
crescente vem se juntar aos profissionais, donos de restaurantes e a todo um
ramo da imprensa ligada ao vinho.
É
inegável o lado positivo dessa conjuntura. O consumo de vinhos finos vêm
aumentando consideravelmente e o Brasil vem atraindo excelentes produtores em
busca de novos mercados.
Por
outro lado, já se percebe a pressão inflacionária alcançando o setor (a entrada
para o Vini Vinci foi R$150,00, e outros eventos chegam a custar mais de R$
200,00) e a quantidade de ingressos oferecidos é excessiva, não observando a
limitação de espaço e infra-estrutura do local escolhido.
No
caso do Vini Vinci, felizmente isso não ocorreu. As instalações eram
excelentes, bem como a infraestrutura.
Ao
todo, estiveram presentes 40 produtores de vários países e mais de 250 rótulos
disponíveis para degustação.
Vamos
aos vinhos que recomendamos!
África do Sul
Guardia Peak
(Stellenbosch)
Guardian Lapa Cabernet Sauvignon 2009 – $61,50 – Excelente!!
Cirrus Syrah 2007 – $89,90 – Excelente!!
Idas e Vinhas
Kobie Lochner e o Lapa Cabernet Sauvignon 2009
Rust en Vrede (Stellenbosch)
            Rust em Vrede Cabernet Sauvignon 2009
$56,90 – Excelente!!
            Rust em Vrede Shiraz 2010 – $59,90 –
Bom custo/benefício!
Idas e Vinhas

Alemanha
            Zeltinger Himmelreich Selbach
Riesling Halbtrocken 2001 – $36,50
            Wehlener Sonnenuhr Selbach Riesling
Spatlese 2008 – $46,50
            Wehlener Sonnenuhr Selbach-Oster
Riesling Auslese 2003 – $99,90
Idas e Vinhas

Espanha
Cvne (Rioja)
            Monopole 2011 – $33,90
            Cvne Reserva 2007 – $66,50
Idas e Vinhas

O. Fournier (Ribera
de Duero)
            Urban Tinta del País 2009 – $46,50 –
Bom custo/benefício!
Alfa Spiga 2004 – $131,50 – Excelente!!
            O. Fournier 2005 – $199,90
Idas e Vinhas

            Viña Cubillo Crianza 2005 – $65,90 –
Excelente!!
            Viña Bosconia Reserva 2003 – $99,50
            Viña Tondonia Reserva 2001 – $119,50
            Viña Tondonia Reserva 1996 Branco
$119,50 – Excelente!!
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

França
Clos de l’Oratoire
(Rhône)
Châteauneuf-du-Pape Blanc 2010 – $127,50
Châteauneuf-du-Pape 2010 – $127,50
Idas e Vinhas

Hecht & Bannier (Languedoc-Roussillon)
Languedoc AOC Rouge 2009 – $34,50 – Bom custo/benefício!
Faugères 2008 – $87,50
Idas e Vinhas

Grécia
Moschofilero Mantinia 2010 Branco – $38,90
Idas e Vinhas

Itália
Argiano (Toscana)
Non Confunditur 2010 – $54,50 – Excelente e
com ótimo custo/benefício!!
Solengo – $199,50
Rosso di Montalcino – $54,50 – Excelente!!
Idas e Vinhas

Fontodi (Toscana)
            Chianti Classico 2008 – $81,90 –
Excelente!!
            Vigna del Sorbo Chianti Classico Riserva 2006 – $159,50 – Excelente!!
            Flaccianello della Pieve 2007
$265,90 – Excelente!!
            Pinot Nero Case Via 2006 – $136,00
            Syrah Case Via 2006 – $159,90 –
Excelente!!
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

La Spinetta
(Piemonte)
            Lidia Chardonnay 2008 – $122,50 –
Excelente!!
Barbera d’Asti Cá di Pian 2008 – $72,50 –
Excelente!!
            Pin Monferrato Rosso 2006 – $125,50
            Barbaresco Gallina Vursu 2007 4
339,50
Idas e Vinhas

Portugal
Fonseca (Porto)
Fonseca White – $37,90 – Bom custo/benefício!
Fonseca Bin 27
$49,90
Fonseca 20 Year Old Tawny – $135,00 – Excelente!!
Idas e Vinhas

Argentina
Bodega Noemía
(Patagônia)
A Lisa 2009 – $49,50 – Excelente e com bom custo/benefício!
Noemía 2008 – $169,50 – Excelente!!
Idas e Vinhas

Parabéns
à Vinci e aos organizadores por esse evento de altíssima qualidade.
E
atenção paulistas! Nos dias 14 e 15 de Maio o evento acontece em São Paulo no
Hotel Tivoli Mofarrej.

Aconteceu… Essência do Vinho – Rio de Janeiro, 02 e 03 de Maio de 2013

Idas e Vinhas

A
Essência do Vinho teve a sua primeira edição em 2004 em
Portugal e hoje é considerado um dos grandes eventos de vinho por lá. O evento
foi crescendo e hoje conta com ações promocionais para instituições, empresas,
marcas, bens e produtos e está presente nos Estados Unidos, Reino Unido,
Dinamarca, Alemanha, Suíça, Espanha, Angola e Brasil.
 

Em
2012, os empresários portugueses Nuno
Pires
e Nuno Botelho criaram a
empresa Essência do Vinho Brasil, focada no mercado brasileiro e o seu primeiro
evento aconteceu neste mesmo ano, no Rio de Janeiro, com a Brasil International Wine Fair,
evento dirigido apenas a profissionais.
A
edição de 2013 ampliou o público alvo, envolvendo a comunidade enófila ávida
por novidades.
Os
dois dias de evento no Rio de Janeiro ocorreram nos amplos salões do Centro de
Convenções Sul América. O horário para profissionais era das 15h as 17h e das
17h as 22h para os enófilos. O valor do ingresso era de R$50,00 (excelente valor
em um mercado que já exibe sinais inflacionários). O credenciamento foi
tranquilo e rápido e em seguida você recebia a sua taça. Os stands estavam bem
distribuídos e não havia problema para circular entre eles.
Idas e Vinhas
Idas e Vinhas

Idas e Vinhos
Vignerons & Adegas
Idas e Vinhas
Casa Flora
Idas e Vinhas
Casa Flora
Idas e Vinhas
Terramatter
Idas e Vinhas
Nicola Massa e Alexandre Follador
O
evento também promoveu uma grande variedade de degustações exclusivas e
interessantes com vinhos premium e raros conduzidas por profissionais do vinho
de excelente reputação, tais como Nicola
Massa
(wine expert), Alexandre Lalas
(jornalista e crítico de vinhos), Rui
Falcão
(jornalista e crítico de vinhos), Paulo Russell Pinto (Instituto dos Vinhos do Douro e Porto) e Domingos Alves de Sousa (produtor). Os
valores para as degustação foram entre R$50,00 e R$500,00. Veja aqui a programação
e a lista com todos
os expositores que estiveram presentes.
Idas e Vinhas
Mario Trano (MondoVinho) na degustação premium
Vinhos
que recomendamos
Le Blason du Prince
2010 Chateauneuf du Pape (França)

Dois
pontos que gostaríamos de ressaltar e que servem para melhoria nos eventos
vindouros:

Não
havia distribuição de água à vontade. As águas Pedras Salgadas estavam apenas
para degustação o que não foi suficiente para manter a hidratação.

Com relação às comidinhas tão necessárias, havia apenas o stand da Charcutaria Prima (com bons produtos). Sugerimos uma maior diversidade e quantidade nesse quesito,  para evitar os efeitos indesejáveis do álcool.

Aconteceu… Encontro de Vinhos Off – São Paulo, 23 de Abril de 2013

Idas e Vinhas
O
Encontro de Vinhos Off está
na 4ª edição e podemos afirmar que entrou para a lista dos grandes eventos
relacionados ao vinho em São Paulo. O evento acontece no dia que antecede o
início da Expovinis e conta com vários produtores e importadores dispostos a
apresentar as novidades dos seus portfólios. Havia também produtores em busca
de importadores para os seus vinhos no Brasil.
 

Aliás,
percebemos esse movimento como uma constante nos eventos desse ano. O momento
de expansão do mercado consumidor de vinho no Brasil está atraindo muitos produtores
em busca de representantes por aqui. São produtores de diversas partes do
mundo, tanto das mais tradicionais (como França, Itália) quanto de outros
países como a Rússia.
Idas
e Vinhas esteve presente nesta edição e pudemos comprovar que os idealizadores Daniel Perches e Beto Duarte já estão craques no
assunto de promoção de eventos voltados ao vinho.
O
local escolhido foi a Casa da Fazenda do Morumbi. O
ambiente é muito bonito e conta com boa estrutura para receber este tipo de
evento (à medida que o público aumentou a circulação ficou comprometida). Na área
externa, um espaço gourmet onde pratos
especiais e a preços diferenciados eram oferecidos. Havia também uma área
destinada às artes, onde eram apresentadas pequenas peças humorísticas,
pinturas,…
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

 Etapa
importante foi a eleição dos 5 vinhos top
do evento, escolhidos através de degustação às cegas de aproximadamente 30
rótulos por um júri composto por sommeliers
e jornalistas.

Idas e Vinhas
O
horário do evento era das 14h às 22h e os ingressos estavam sendo vendidos a
R$60,00. É inegavelmente uma excelente razão custo/benefício, pois havia uma
vasta variedade de vinhos disponíveis e ainda 8 horas para degustar à vontade.
Não se pode dizer isso de todos os eventos!
Chegamos
às 15h e já estava movimentado. A retirada das credenciais foi eficiente e
rápida. As taças estavam posicionadas logo na entrada e podiam ser trocadas
quantas vezes fossem necessárias. As ilhas de distribuição das águas Lindoya estavam
dispostas em pontos estratégicos e não havia limitação de consumo.
Idas e Vinhas
No
centro do salão havia uma ilha – bastante disputada – dos queijos Tirolez. Dava
até para aventurar uma harmonização!
Idas e Vinhas
Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas
Luciano Begnoni e o seu vinho Antichello – O vencedor do top 5
Idas e Vinhas
Karin e Pascale – Importadora Everest

 Como
sempre, daremos destaque aos vinhos que mais gostamos dentre os que provamos.

Carm Reserva (Portugal)
Antichello Amarone Della Valpolicella (Itália) – 1 colocado
do Top 5 – Excelente!!

Agenda: Eventos em Maio

Idas e Vinhas
O mês de Maio chega agitado
para a comunidade enófila carioca! Confiram:


2
e 3 de Maio – ESSÊNCIA DO VINHO

Idas e Vinhas

Ainda dá tempo para se
programar. Serão mais de 1500 rótulos apresentados por importadores e
produtores europeus e do Novo Mundo.
Os visitantes poderão
degustar os rótulos que desejarem, junto dos estandes dos expositores. Algumas vinícolas
estarão diretamente representadas por seus proprietários e enólogos e outras integram
o portifólio das mais conhecidas importadoras que operam no mercado do Rio.
Além da degustação livres no
salão de exposições, especialistas conduzirão degustações temáticas. Veja o
programa completo aqui.
Serviço:
Local: Centro de Convenções Sul América. Av. Paulo de Frontin, 1 – Cidade Nova – Centro – Rio
de Janeiro.
Datas: 2 e
3 de Maio de 2013
Horários:
15h – 17h: exclusivamente para profissionais.
                
17h – 22h: público em geral
Preços: R$
50,00 para acesso ao evento. As degustações temáticas têm lugares limitados e custo
adicional (variando de R$50,00 a R$500,00).
Profissionais
devem se cadastrar no site do evento e apresentar o cartão profissional na
entrada.
Site oficial do evento: http://www.essenciadovinhorio.com/

Press release com mais informações (aqui) 
13
de Maio – VINI VINCI 2013

Idas e Vinhas
Nesse evento organizado pela
importadora VINCI poderão ser degustados cerca de 250 vinhos, de 10 diferentes
países. Nos dias 14 e 15 de Maio acontece a edição paulista, no Hotel Tivoli
Mofarrej.
Serviço:
Local: Hotel Windsor Atlântica. Av Atlântica, 1020 –
Copacabana – Rio de Janeiro.
Datas: 13
de Maio de 2013
Preço: R$
150,00. É necessário fazer a reserva pelos telefones: (21) 2523 5434 para a
edição carioca e (11) 3130 4500 para a edição paulista.
14 a 25 de Maio – GRAND TASTING GRAND CRU 2013

Idas e Vinhas
Curitiba
abre, em 14 de Maio, o circuito 2013 da importadora Grand Cru. Depois é a vez
de Florianópolis (15/05), Brasília (16/05), Campinas (17/05), Belém (18/05),
São Paulo (20 e 21/05), Rio de Janeiro
(22/05)
, Macaé (24/05) e Natal (25/05).
A
programação e os preços variam de cidade para cidade. Veja aqui.
Confiram
o serviço para a edição do Rio de Janeiro:
Local: Rua
Vinicius de Moraes, 130 – Ipanema 
Data: 22 de Maio
de 2013 (Quarta-Feira)
Horário: 20h às 00h
Contatos: (21) 2247 1089 (21) 8901 4963 – Renata Froes
Investimento: R$ 200,00 a serem revertidas em créditos na compra de R$
500,00 em vinhos resgate R$ 100,00 – na compra de R$ 1.000,00 resgate R$ 200,00.

E o ganhador do ROTA 324 é………..

Amigos do Idas e Vinhas,
agradecemos a todos que participaram do sorteio do vinho DON ABEL ROTA 324, em comemoração ao nosso primeiro aniversário.
O felizardo é o seguidor Abolicionários da Serra, do Rio de Janeiro.
Ficamos muito felizes com a repercussão da promoção, e já estamos pensando no ANO 2 do nosso blog.
Agradecimento especial à Vinícola Don Abel por acreditar no blog e nos presentear com o seu vinho ícone para o sorteio. Com certeza o ganhador irá apreciar muito esse excelente vinho.

Aconteceu… Gambero Rosso Road Show 2013 – São Paulo


Idas
e Vinhas teve o privilégio de participar do Gambero Rosso Road Show 2013
realizado no dia 22 de Abril nos salões do elegante hotel Unique em São Paulo.
 

Esta
é a segunda edição em terras brasileiras. Em apenas duas edições já podemos
dizer que este evento entrou para a lista dos mais aguardados do ano, pela
qualidade da organização e pela escolha dos produtores e importadores
presentes.
A
organização ficou por conta da competente Cristina Neves e podemos afirmar que, com exceção do atraso para o
início da segunda Master Class, foi perfeita. O credenciamento foi ágil, sem filas.
As taças estavam bem distribuídas logo na entrada e podiam ser trocadas quantas
vezes fossem necessárias. Havia uma ilha de distribuição de garrafinhas das
águas S. Pellegrino e Acqua Panna. As comidinhas estavam mais para um banquete com
queijos, embutidos, pastinhas, pães variados, sanduíches, frutas secas, …
impossível reclamar.

Idas e Vinhas

A
distribuição dos stands estava perfeita e isso ajuda bastante na mobilidade e
acesso mesmo quando o número de visitantes aumenta.
Idas e Vinhas

Veja
aqui os
produtores e importadores presentes no evento.
Também
participamos da Masterclass, na qual foram degustados 30 grandes vinhos. A
condução foi feita por Marco Sabellico
(editor do Gambero Rosso e do guia Vini d’Italia) com comentários de Jorge Lucki (especialista de vinhos da
CBN).

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

Como
de costume, destacamos os vinhos que mais gostamos:

TenuteSella & Mosca – Vermentino di Gallura Superiore Monteoro
2011 (Sardegna)
Firriato – Harmonium 2010 (Sicilia) – Excelente!!!
Durante
o passeio pelo salão de exposições, foram destaque:
Os
excelentes vinhos Masi,
apresentados por Vicenzo Protti.
São vinhos muito bons importados pela Mistral porém os preços não são nada
atrativos.

Idas e Vinhas

Os
vinhos da vinícola Masciarelli, a
destacar:

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas
Os
vinhos da Varvaglione Vigne e Vini, apresentados por Fabio Cascione (Diretor de Exportação) e o seu, muito bom, Vinho Papale. Ainda, Medici Ermete, o melhor Lambrusco que já provamos (veja aqui um
review que já fizemos).

Idas e Vinhas

Idas e Vinhas

E,
por fim, os vinhos de Piera Martellozzo, de estilo moderno e inovador produzidos na
região do Friulli.

Idas e Vinhas

Que
venha a edição 2014!!