Estudo indica que pessoas que bebem com responsabilidade são mais felizes

Conheço muitos que,
após lerem o titulo da matéria, vão falar: “Ah! Disso eu já sabia!”, mas vamos
ver o que diz a matéria publicada recentemente pela revista americana Wine Spectator.

De
acordo com estudos realizados com canadenses de meia idade, consumir bebida
alcoólica regularmente e de forma responsável está diretamente ligado com a
melhoria da saúde e do bem estar. O estudo observou que aqueles que ingeriam
bebidas alcoólicas diariamente se sentiram mais felizes se comparados com os que
bebem socialmente e os abstêmios.
A
pesquisa foi publicada recentemente na edição do Journal of Studies on Alcohol and Drugs.
O estudo foi realizado na universidade americana de Portland com a ajuda de
pesquisadores dos centros de saúde de Quebec e Ontário. 5.400 canadenses participaram
da pesquisa durante 14 anos.
Os
voluntários raramente mudaram seus hábitos de consumo de álcool durante o
período da pesquisa. A quantidade de álcool ingerida foi razoável, sendo de até
21 unidades por semana para homens e 14 para as mulheres (a unidade corresponde
a uma taça de vinho com 150ml). Os pesquisadores acompanharam as questões de
saúde e preencheram questionários a fim de quantificar a disposição geral e emocional
dos voluntários. Por exemplo, os participantes relataram “com que frequência se
sentiram tão tristes a ponto de nada animá-los” e “tudo é muito difícil”. Os
resultados foram convertidos em uma fórmula onde 1,0 é perfeitamente saudável e
0,36 quando há alta incapacidade emocional.
A
média dos bebedores moderados foi de 0,89 pontos, enquanto que os que bebem
socialmente pontuaram 0,74. Os abstêmios 0,78 e os que bebem além da conta
0,86. Nenhum dano a saúde dos consumidores moderados foi constatado durante o experimento.
Os
pesquisadores dizem que os resultados são importantes porque o estudo monitora
o consumo de álcool de pessoas de meia idade em diante, “na verdade, se alguém
consumiu álcool de forma moderada a partir da meia idade em diante se
beneficiou”, acrescentam.
No
entanto, eles dizem que o estudo não foi feito para incentivar o consumo de
álcool em benefício da saúde. Ok, mas para nós é,
no mínimo, uma boa notícia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *