La Bordeauxthèque – o templo das jóias de Bordeaux em Paris

arquivo idasevinhas
La Bordeauxthèque – clique para ampliar
 Muitos
apreciadores do vinho se dedicam a viajar pelas regiões vinícolas em agradáveis
visitas guiadas pelos vinhedos e pelas cantinas mais tradicionais. O enoturismo
vem crescendo a taxas impressionantes e existem diversas empresas
especializadas no ramo.
Mas
nem sempre dispomos de orçamento ou tempo para passar algumas semanas por ano
visitando França, Itália, Espanha, Chile, Argentina, Portugal, ….. são tantos
lugares! E com a alta do Dólar e o Euro nada convidativo fica ainda mais
difícil.

Felizmente,
existem diversas lojas que reúnem em um só lugar uma vasta gama de vinhos, e
passear por seus corredores e adegas reservadas nos leva da Borgonha para o
Vale do Loire, e então para Rioja ou para o Douro…como se nos
teletransportássemos durante o transe de analisar rótulos e identificar
produtores e regiões, avaliando que safras já estariam pronta para degustar,
quais seriam de guarda…ou simplesmente qual vinho levar para acompanhar a lasanha
do almoço.
E
foi assim que em uma viagem sem tempo para passeios me deparei com a loja
mais impressionante até agora: La Bordeauxthèque das Galeries Lafayette Paris
Haussmann. Mas antes de chegar até ela, o caminho não é menos emocionante, já
que as Galeries Lafayette são um complexo de 3 prédios com vários andares cada
um (o mais alto, a cúpula, tem 7 andares e um subsolo).

Lafayette Haussmann
Galeries Lafayette Paris Hausssmann – clique para ampliar
No
1º piso do prédio dedicado a artigos masculinos fica a
Ala Gourmet. Na saída da escada rolante à direita fica uma enorme delicatessen. Um paraíso de
especialidades francesas, frutas, chocolates, tudo que se possa imaginar. Mas
como estamos interessados nos vinhos, vire à esquerda assim que sair da escada
rolante.
planta - Galeries Lafayette
Planta da Galeries Lafayette Paris Hausssmann – clique para ampliar
Caminhando
em direção ao fundo, somos recepcionados pelos mais finos champagnes, e depois
vem um desfile das regiões francesas: Rhône, Loire, Provença…No final do
salão, à esquerda, ficam os grandes Borgonha, protegidos em adegas trancadas
(La Tâche, Romanée-Conti…). Nesse ponto é possível ver à direita a entrada
para a Bordeauxthèque.
La Bordeauxthèque – clique para ampliar
São
250 metros quadrados dedicados exclusivamente aos vinhos de Bordeaux. A
disposição, a luz, tudo causa uma forte impressão e uma certa ansiedade, afinal
estamos a poucos passos de ver pela primeira vez, ao alcançe da mão, garrafas
de Chateau Margaux, Lafite-Rothschild, Mouton- Rothschild, La Tour, Petrus,
Yquem….
Depois
de passar por um curto corredor, ao dirigir o olhar para a direita você verá
todos os míticos vinhos de Bordeaux dispostos em volta de um belíssimo círculo
dourado, formado unicamente por garrafas de Chateau D’Yquem. As diversas
safras (a mais antiga que eu identifiquei foi 1945, mas me disseram que há bem
mais antigas) formam um degradê impressionante que vai do amarelo ouro claro
das safras mais recentes até um caramelo escuro.
arquivo idasevinhas
Chateau d’Yquem – clique para ampliar
 São
mais de 1500 produtores, e preços para todos os bolsos: desde 4,90 €, passando
por 450€ uma meia garrafa d’Yquem, 4000 € um Margaux, 8500 € um
Petrus, sem falar de garrafas magnum que chegavam a 31000 €…
Para
quem tiver tempo e disposição para gastar tantos Euros, ou apenas apreciar essas jóias, vale a pena conhecer!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *