Degustação: Abel Pinchard Pouilly-Fuissé

 

Hoje escolhemos um vinho francês branco e leve, já que o
almoço seria um belo pargo assado.
Região francesa de Mâconnais
Localização da AOC Pouilly-Fuissé
Escolher um vinho entre as centenas de rótulos disponíveis
não é tarefa fácil. E se falamos de vinhos franceses, fica ainda mais difícil, com
a super complexa classificação das inúmeras AOC, os nomes semelhantes de
produtores que podem levar a alguns enganos…enfim, ter uma loja de confiança
e com bons profissionais para nos orientar é fundamental.

créditos da foto: http://www.scottpaul.comFelizmente, o Abel Pinchard produzido na AOC Pouilly-Fuissé,
Borgonha, se revelou uma boa escolha, um vinho simples mas correto. A
appelation de Pouilly-Fuissé é parte do enorme distrito de Mâconnais, e produz
cerca de 6 milhões de garrafas de vinho branco ao ano. Os brancos são feitos
unicamente da casta Chardonnay, e sua qualidade varia de vinhos simples com
pouca ou nenhuma madeira até grandes vinhos envelhecidos em carvalho que fazem
de Pouilly-Fuissé uma das regiões vinícolas mais famosas do mundo. Devido à
grande variedade de terroirs e
técnicas de vinificação, os brancos podem ir do amarelo palha ao amarelo ouro,
com aromas mais ou menos frutados, de minerais, manteiga (nos que passaram pela
fermentação malolática) e mel nos vinhos de guarda.
Abel Pinchard 2009
  
O vinho, leve e refrescante, harmonizou muito bem com o
peixe assado com cebolas, tomate concassé, pouco alho, sal e um pouco de vinho
branco (Santa Carolina). Com a técnica do papillote,
o peixe vai assando lentamente em seu próprio suco….uma delícia!
Muito bem, vamos às nossas impressões sobre o vinho…
Notas de degustação:
Bela cor amarelo ouro, típica de chardonnay. No nariz, muito fragrante, com notas de flores brancas
(jasmim, flor de laranjeira), frutas frescas (abacaxi, maracujá) e um toque de hortelã.
Na boca, agradavelmente fresco, de médio corpo. Bastante equilibrado, com a
sensação de álcool na medida certa, final intenso e persistente. A ausência de
aromas de manteiga e baunilha ou tostados sugerem um vinho que não passou pela
fermentação malolática completa e não passou em madeira. Um vinho já pronto
para ser degustado.
Nota: 84. Bom, um vinho sólido e bem feito.

O Rótulo
Vinho: Abel Pinchard
Tipo: Branco
Casta: Chardonnay
Safra: 2009
País: França
Região: Pouilly-Fuissé
Produtor: Loron & Fils
Graduação:
13%
Preço Médio: R$ 99,95 (achamos caro)
na Planeta Sonho. Importado pela Casa Flora.
Temperatura de Serviço: 13ºC

1 thought on “Degustação: Abel Pinchard Pouilly-Fuissé”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *